OPINIÃO

O dinheiro vence as eleições?

11/08/2015 19:12 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02
Senado Federal/Flickr
Eleições 2014 - Dia de votação no Centro de Ensino Médio Ave Branca (CEMAB) em Taguatinga, Distrito Federal. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Por Nayara Mendl, moradora do Grajaú

Você sabe quanto seu candidato gastou na última campanha eleitoral? E de onde veio o dinheiro? O que um empresário ganha ao investir grandes quantias em candidatos e como é retribuída toda essa "gentileza" econômica?

Gastos excessivos em campanhas eleitorais são uma realidade crescente no Brasil. E o envolvimento de empresas nesses gastos é o que pode ser chamado de '"fonte de corrupção legalizada".

Em 2010, sete dos dez maiores doadores de campanha eram suspeitos de corrupção, entre eles empreiteiras, construtoras e grandes bancos. Em 2014, as empreiteiras investigadas na operação Lava Jato da Polícia Federal doaram quase R$ 98,8 milhões aos candidatos à presidência Dilma Rousseff e Aécio Neves.

Estudos apontam que, de cada R$ 1 doado em campanha, as empresas conseguem outros R$ 8,5 em contratos públicos.

Essas e outras questões preocupantes são abordadas no documentário O Preço, curta-metragem independente realizado por mim e outros jovens cineastas periféricos de São Paulo - veteranos do Instituto Criar de TV e Cinema - que ganhou o 8° Prêmio Criando Asas. (Dá pra ver o trailer dele aqui.)

O documentário segue a trajetória de dois candidatos ao cargo de deputado estadual de São Paulo durante as campanhas eleitorais de 2014. Permeando a discussão sobre sistemas de financiamento eleitoral, traçamos um panorama do quanto o preço das campanhas interfere no resultado das eleições e qual o impacto dessas questões no Brasil. O intuito do filme é discutir sobre uma nova forma de se fazer política e mudanças nesse sistema que mais estimula a corrupção do que beneficia o povo.

Com a emblemática frase "Diga-me quem lhes banca e eu lhe direi quem és", o filme faz um retrato das campanhas eleitorais mais caras da história do país e vasculha a raiz do problema da corrupção política brasileira.

A estreia do filme acontecerá na Galeria Olido (Avenida São João, 473) no dia 13/08 (quinta-feira), às 19hrs, com entrada franca. A sessão é seguida de debate sobre o tema com os convidados: Ricardo Young (Vereador de São Paulo), Denis Russo Burgierman (Diretor de redação da Superinteressante), Johnny Borges (Advogado e Educador Social), Djamila Ribeiro (Pesquisadora e Colunista da CartaCapital) e Eduardo Suplicy (Secretario de Direitos Humanos de São Paulo) além dos diretores Álvaro Costa e Wellington Amorim.

E você, acha que o dinheiro vence as eleições?

2015-08-11-1439323192-4167929-preco.jpg

Quer continuar lendo textos como esse? Seja um apoiador firmeza da Énois e ajude a gente com as nossas formações de jornalismo com os jovens. Clique aqui e saiba como apoiar.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


VEJA TAMBÉM:

Eleições 2014: Melhores Memes