OPINIÃO

Vestir-se é comunicar-se

24/06/2014 14:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:44 -02
Getty Images

Vestir-se é comunicar-se. Cada vez que escolhemos uma roupa, comunicamos algo - quer você queira ou não!

A consultoria de imagem trata de ensinar as pessoas a fazerem isso conscientemente. Cada vez que você vestir algo, entenderá o que está comunicando com sua roupa.

Há vários aspectos a serem percebidos em uma roupa. Formas, texturas, estampas, cores e ainda como tudo isso é colocado junto no que você veste são percebidos pelo outro inconscientemente e, em apenas alguns segundos, geramos a famosa primeira impressão.

Dentro desses elementos, a cor é o de maior impacto na sua roupa, é a primeira coisa a ser notada em você.

Em tempos de copa, vamos analisar as cores do nosso uniforme e como elas são percebidas?

Amarelo: Transmite alegria, esperança, descontração e impulsividade. Ótima cor pra quem trabalha com crianças ou pra ser usada quando alguém quer se destacar em um grupo.

Azul: Transite calma, confiança e constância. Os escuros (como marinho) projetam maior autoridade. É uma ótima cor para se usar em uma reunião importante ou entrevista de emprego!

Branco: Transmite pureza, limpeza, frescor. Um look "total white" é ótimo se o objetivo é ganhar atenção. É tradicionalmente associado aos médicos e às noivas.

Verde: Os verdes mais intensos (bandeira, militar, oliva) passam a sensação de pessoa confiável e forte. Uma ótima alternativa para os negócios, se cansar do azul marinho.

É claro que isso serve pra roupas comuns, que usamos na nossa vida. Os códigos universais são quebrados pelas tendências muito fortes da moda (o famoso ray-ban aviator não mais remete a pilotos, por exemplo ou os óculos redondos aos hippies e amantes dos beatles - são apenas símbolos de quem segue a moda) ou por eventos como a copa, onde a cor trata apenas de comunicar o seu país de torcida!

Os jogos já estão rolando! Vamos vestir a camisa?

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.