OPINIÃO

Estamos vivendo um importante momento para o empoderamento feminino

08/04/2016 20:03 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02
Joshua Hodge Photography via Getty Images
A young indian businesswoman looking at ideas on set of post-its

No dia 19 de novembro do ano passado foi lançado na ONU, em Nova Iorque, o Dia do Empreendedorismo Feminino, que é uma iniciativa global com a missão de celebrar, apoiar e empoderar mulheres empreendedoras.

A data é o maior e principal movimento de empreendedorismo feminino do mundo, impactando milhões de mulheres em 144 países. Tive a honra de ser escolhida embaixadora brasileira da data pela segunda vez seguida, e vamos promover um evento, além de lançar um projeto especial: Mulheres que Fazem.

2015-11-19-1447914722-7587319-deb2.jpg

Deb Xavier, embaixadora brasileira do Dia do Empreendedorismo Feminino

DIA DO EMPREENDEDORISMO FEMININO NO BRASIL

No Brasil, a data será celebrada oficialmente em evento que acontece em Porto Alegre e tem transmissão ao vivo gratuita para todo Brasil. O tema escolhido foi "O Poder da Nova Geração" e seis jovens empreendedoras apresentarão seus cases de negócios. Além disso dois talk shows vão discutir empoderamento econômico e a recente transformação no mundo dos negócios, fomentada pelo desenvolvimento tecnológico e pela internet, bem como a inserção da mulher empreendedora nesse contexto.

O tema "O Poder da Nova Geração"

Estamos vivendo um importante momento para o empoderamento feminino e isso é reflexo, dentre outras coisas, do movimento surgido na internet e redes sociais. A ideia do evento é apresentar cases de mulheres que cresceram cercadas pelo debate de gênero e pelas mudanças do papel da mulher na sociedade e na economia. Queremos mostrar o efeito desse debate nos negócios de hoje e como isso impacta o ecossistema empreendedor.

Essas mulheres são jovens da geração Y, majoritariamente, filhas da primeira geração de mães que trabalharam fora (isso se falarmos de mulheres brancas, pois as mulheres negras não tiveram esse poder de "escolha") e cresceram assistindo ao reflexo da entrada da mulher no mercado de trabalho, criando novas dinâmicas sociais e familiares. Claro, esse comportamento e esse momento não são isolados, fazem parte de um contexto/processo histórico e social, consequência da atuação de mulheres de gerações anteriores que ajudaram a criar esse momento, essa discussão.

O papel da mulher brasileira no movimento global de empoderamento econômico feminino

O Brasil é um país bastante empreendedor, ainda que sem forte educação empreendedora. O fato de termos crescente e significativa participação feminina é importante em termos quantitativos, mas também - e principalmente - em termos qualitativos. O Brasil está entre as maiores economias do mundo, com maioria populacional feminina. O número de empreendedoras cresce a cada dia e o potencial de transformação socioeconômico é proporcional. O Brasil é referência na América Latina - e no mundo -, então o movimento feminino também serve de inspiração para outros países.

Cases de jovens empreendedoras que serão apresentados no evento

2015-11-19-1447912750-4212314-isadorabecker.png

>"Gastronomismo: Empreendedorismo como Lifestyle" - criado em 2011 pela chef Isadora Becker, o Gastronomismo surgiu como um programa de cozinha na internet, com receitas apresentadas de forma leve e dinâmica em vídeos de até cinco minutos. O projeto cresceu e virou uma produtora especializada em conteúdo de gastronomia.

2015-11-19-1447912899-5994958-DianaDestaque.jpg

>"Arco: e quando nosso negócio não dá certo?" - Arco foi uma ferramenta criada por Diana Assennato e seus sócios para possibilitar compras através do Instagram. Neste ano, a startup encerrou suas atividades, segundo sua idealizadora, por não conseguir convencer ninguém de que investir em social commerce é olhar pro futuro. Mas, para ela, "não dar certo" foi uma experiência enriquecedora.

2015-11-19-1447913153-9091711-unnamed.jpg

>"Escola Convexo: educação empreendedora e desenvolvimento de lideranças em comunidades carentes" - idealizada por Onília Araújo, a Convexo é uma escola colaborativa dentro da escola pública, que criou uma metodologia focada no desenvolvimento social e econômico. A ideia é consolidar os pilares da comunicação, do raciocínio lógico e do empreendedorismo desde a primeira infância.

2015-11-19-1447913476-1745677-thebeauty247.jpg

>"The Beauty 247: o Uber da beleza" - inspiradas em uma situação que aconteceu com uma das sócias - uma profissional de beleza cancelou o horário um dia antes de um evento superimportante - Fernanda Rosa e Luisa Potrich criaram a ferramenta online, que faz o intermédio entre clientes e profissionais de beleza.

2015-11-19-1447913739-4601257-gabriela.jpg

>"Vereda Criativa: empreender = resolução de problemas" - criada pelos designers gaúchos Gabriela Oliveira e Calebe Borges, a Vereda Criativa é uma escola que ensina estratégias para comercializar processos criativos, que podem ser usados em várias áreas como moda, design, publicidade, fotografia, artes e arquitetura.

2015-11-19-1447913836-500380-amandapy.jpg

> "PP Acessórios: sustentabilidade com resultados" - uma marca incentivadora da transformação social, que cria acessórios exclusivos com o couro excedente da indústria calçadista da forma mais pura: cru e com acabamento a fio, em um processo totalmente sustentável.

ASSISTA AO EVENTO

O evento será transmitido gratuitamente via internet a partir das 19h, através do link http://jogodedamas.me/wed

LEIA MAIS:

- 8 aprendizados para mulheres empreendedoras (e que homens também vão aproveitar!)

- Liderança feminina: uma lição brasileira

Também no HuffPost Brasil:

Frases inspiradoras de famosas sobre o feminismo