OPINIÃO

O que ferve em Lisboa agora (a capital tem-que-ir de 2017)

03/02/2017 09:13 -02 | Atualizado 07/02/2017 16:26 -02

Getty

A capital lisboeta, que cheira a sardinha no verão e castanha no inverno, foi eleita como melhor destino turístico de 2017 - e não, não fui eu que afirmei isso. A distinção (mais do que merecida) ficou a cargo da comunidade online Minube, que conta com mais de dois milhões de viajantes. Ou seja, gente que entende do assunto.

Segundo o site, "a variedade de paisagens, sons e paladares é aquilo que Lisboa realmente é. Por isso não se apresse, leve o seu tempo e aproveite cada recanto desta cidade histórica junto ao mar". E apesar de eu ser suspeita, já que troquei recentemente o Brasil por essa terra que tanto amo, preciso concordar. Lisboa está mais quente do que nunca, com diversas novidades acontecendo e muitos eventos importantes aterrando do lado de cá - como é o caso do WebSummit, que já falei nesta publicação aqui.

Além do Minube, o nosso irmão The Huffington Post também destacou Portugal como o país que "todos vão visitar" - uma lista com 12 razões para visitar a terrinha também rolou, e vale a leitura.

Pois bem. Eu poderia destacar mais esta publicação, ou esta, ou esta. Mas como não quero enchê-los com demasiada informação, resolvi destacar o que realmente anda em alta por aqui. Saí a campo, provei de tudo e mais um pouco, conversei com diversos lisboetas e, após alguns quilos ganhos, algumas garrafas de vinho depois, eis as dicas insiders que você precisa saber. E vamos a elas:

Restaurante do momento

Getty

Bairro do Avillez: No segundo semestre do ano passado o chef José Avillez, ganhador de duas estrelas Michelin, abriu seu sétimo empreendimento (sim, leu bem, são 7 restaurantes, 6 em Lisboa e 1 no Porto). O novo "Bairro do Avillez" conta com uma taberna (um espaço descontraído para petiscar, e com preços mais reduzidos), uma mercearia, com produtos gourmet, livros e acessórios de cozinha, e ainda um páteo, o espaço principal, com muitas sugestões de peixe, marisco e também pratos de carne.

Coffee Shop

Getty

Casa dos Ovos Moles: Com dois endereços em Lisboa, essa doçaria típica portuguesa merece a sua visita. Por lá você vai encontrar os famosos ovos moles de Aveiro, o tradicional pão de ló, queijadas, e doces com nomes estranhos, como os Pingos de Tocha de Amarante, a Barriga de Freira, e por aí vai. A regra é simples: leva açúcar, ovos e arruína a sua dieta? Então está lá.

Bolo sensação

Getty

Bolo da Marta: Um dos bolos mais famosos do momento começou a ganhar fama através do Facebook, quando ainda era disponível apenas por encomenda. Logo depois, abriu um espaço no Lx Factory e agora há vários pontos que o vendem pela cidade. Seu diferencial é a base, feita de suspiro, e as frutas frescas em fartura.

O centro das compras

Getty

Chiado: Nada consegue superar o Chiado, o bairro histórico da cidade e que está sempre na moda. É ali que todos marcam um café, vão às compras ou marcam jantares. Quase todos os edifícios foram construídos no século XVIII (muitos deles reabilitados nos anos 90, depois do grande incêndio de 1988). A Rua Garrett, a Rua do Carmo e a Rua Augusta são as três principais ruas para fazer compras - lá você encontra a maioria das grandes redes de fast fashion e diversas lojas 100% tugas.

Marca Portuguesa queridinha

Getty

Cantê: Eu sei que os biquínis brasileiros são conhecidos no mundo todo, mas garanto que vale a pena conhecer a Cantê, marca portuguesa queridinha do momento. Suas peças fazem tanto sucesso que a loja já precisou ser remodelada para ampliar o número de provadores. As estampas e modelagens são excepcionais. Mas tem que correr, já que tudo some das araras rapidinho.

Todos querem gelado!

Getty

Santini: Não precisa ser verão para os lisboetas saírem à porta das melhores gelatarias da cidade. A Santini, que serve há três gerações, é uma das mais amadas (no verão a fila é imensa). Em todos os espaços há mais de 20 sabores disponíveis, desde os clássicos como chocolate e baunilha, até os tropicais, como framboesa e limão.

Orgia gastronômica

Getty

Mercado da Ribeira: É o principal mercado lisboeta desde 1892. Em 2014 passou a ser gerido pela revista Time Out Lisboa, e acrescentou bancas dedicadas à restauração e comércio. Desde então se tornou um grande destino gastronômico e ponto de encontro dos lisboetas. Há diversas bancas de chefs conceituados e a oferta varia entre marisco, hambúrgueres, sushi, bolos, etc.

Hotel Boutique

Getty

Valverde: Com uma das melhores localizações da cidade, em plena Avenida da Liberdade, esse hotel 5 estrelas é um dos mais falados do momento. Sua decoração, que mescla o clássico com o contemporâneo, é um dos pontos fortes. Além disso, sua inspiração é nas town houses londrinas e nova-iorquinhas. Um verdadeiro oásis em plena capital. Aproveite a piscina e os concertos de jazz semanais.

O melhor pastel de nata

Getty

Manteigaria: Eu sei que todo turista que visita Lisboa quer conhecer a famosa Fábrica dos Pastéis de Belém. Mas deixa eu contar um segredo: existem melhores, e os lisboetas sabem disso. Um dos mais queridos se encontra na Manteigaria, e os pastéis são feitos no momento à vista do cliente. O mais interessante: toda fornada que sai, um sino toca lá fora. Babe-se à vontade.

*Este artigo é de autoria de colaboradores do HuffPost Brasil e não representam as ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o Huffington Post é um espaço que tem como objetivo ampliar vozes e garantir a pluralidade do debate sobre temas importantes para a agenda pública. Se você deseja fazer parte dos blogueiros, entre em contato por meio de editor@huffpostbrasil.com