OPINIÃO

A Lisboa de Joana Carreira, autora do blog 'Sketchbook Six'

A blogueira destaca quais são os passeios, os restaurantes e os bares imperdíveis da capital portuguesa.

20/10/2017 18:34 -02 | Atualizado 20/10/2017 18:37 -02

A capital portuguesa, como já falei nesta publicação aqui, está fervendo. A cada dia que passa, as ruas se enchem de turistas ávidos por conhecer um pouquinho mais sobre essa cidade cheia de história, boa gastronomia e com uma das luzes mais lindas do mundo.

Pensando nisso, resolvi convidar alguns insiders para compartilhar suas melhores dicas e experiências. Começando com a portuguesa Joana Carreira, a cara do site Sketchbook Six - espaço onde fala sobre sua vida, paixões, viagens e todo o universo de lifestyle. Inclusive, no final de 2016, ele foi eleito o melhor blog do ano pelo prêmio da Media Capital.

Leia a entrevista abaixo:

Por que, na sua opinião, Lisboa merece estar em um roteiro de viagem?

Joana Carreira: Sei que sou suspeita, mas Lisboa é, sem dúvida, maravilhosa. E há uma série de boas razões para viajar pela capital, a começar pelos monumentos históricos, pela baixa lisboeta, a zona ribeirinha, os bairros típicos, como Alfama, a gastronomia portuguesa, a meteorologia ou a simpatia e hospitalidade características dos portugueses.

Getty

Quantos dias você recomenda ficar na cidade?

Penso que três dias é o período ideal para ter uma boa noção de Lisboa – e em qualquer altura do ano. Nos meses mais quentes, por exemplo, a cidade fica mais calma e é possível conhecer o centro histórico com menos trânsito e confusão.

Recomendo aproveitar as esplanadas e os terraços. Já no inverno, a cidade ganha outra magia com a iluminação de Natal, as montras decoradas com motivos natalinos e as ruas com cheiro de castanhas assadas. Normalmente recomendo as estações intermediárias, como o outono e a primavera. Mas há uma magia lisboeta em todos os meses do ano.

Quais são atualmente os seus programas favoritos para um final de semana na cidade?

Há sempre muita coisa a acontecer na capital, mas um dos meus programas favoritos de fim de semana passa sempre por um passeio pelo Príncipe Real (adoro espreitar o mercado que acontece no jardim), um almoço nas docas (junto ao Tejo), aproveitar as esplanadas incríveis que temos por todo o lado e, para finalizar, um jantar ou drinks em algum miradouro (os meus favoritos são o da Graça e o da Nossa Senhora do Monte).

Outras sugestões passam por um passeio pelo Jardim Botânico, uma visita ao museu Berardo ou, mais recentemente, o MAAT, que é um dos locais maisem alta da cidade. Também não posso deixar de referir que Sintra, apesar de ser a 20 minutos do centro, é um dos meus locais favoritos para passear - cheio de castelos e palácios que nos levam a uma verdadeira viagem ao passado.

Getty

Tem alguma dica de restaurante ou bar fora do circuito turístico que vale a pena conhecer?

Há cada vez mais bares e restaurantes interessantes a abrirem. Dos restaurantes, os meus favoritos do momento são: Bairro do Avillez, Confraria Lx, TOPO Martim Moniz e Rio Maravilha. Acho que são quatro locais que não podem deixar de visitar e que são todos bem especiais e diferentes.

E em relação à moda, quais são as marcas nacionais mais queridas?

Tenho várias marcas nacionais de que gosto muito, uma delas é a Be You Be Beautiful, uma marca com peças limitadas, de qualidade e com um design incrível e diferente. Outra de que gosto muito é a marca de moda praia Cantê, que é um verdadeiro sucesso e tem crescido imensamente nos últimos tempos. Ao nível de designersportugueses, gosto muito do trabalho do Miguel Vieira, Luís Carvalho, Storytailors e Pedro Pedro.

Getty

Mais alguma coisa para acrescentar? Curiosidades ou dicas que valem a pena compartilhar?

Lisboa tem muita coisa para explorar e, por vezes, pode ser difícil de perceber por onde começar. No que toca a restaurantes e bares do momento, o aplicativo Zomato pode ajudar a encontrar os melhores da cidade (é um dos que mais uso).

Em nível cultural ainda ressalto mais alguns museus e monumentos que não podem deixar de visitar, tais como o MUDE, a Sé de Lisboa, o Panteão Nacional, o Mosteiro dos Jerônimos e o Museu de Arte Antiga.

*Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do HuffPost Brasil e não representa ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o HuffPost oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

LEIA MAIS:

- O que ferve em Lisboa agora (a capital tem-que-ir de 2017)

- O novo 'Vale do Silício' é português

Este é o melhor álbum de fotos de viagem que sua mãe faria (mas não fez)