OPINIÃO

O futuro nas mãos das Universidades

07/02/2015 17:18 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:11 -02

Por Washington Pereira

2015-02-07-16219182507_d456228db6_z.jpg

A Campus Future é um projeto que voltou a fazer parte da Campus Party nessa oitava edição. Ele consiste em firmar parcerias entre universidades de todo Brasil e um dos maiores eventos de tecnologia do mundo. Para participar da Campus Future as instituições deveriam submeter trabalhos acadêmicos e em contra partida, o evento ofereceu algumas inscrições gratuitas além de desconto para os demais alunos das instituições.

Em entrevista com o Professor Mestre Roger Resmini, orientador de dois dos quatro trabalhos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Jogo Rio Vermelho e Serious Game 3D, nos falou sobre os projetos expostos em uma área denominada Open Campus (local gratuito aberto para visitação) com um público esperado de 100 mil pessoas.

Da UFMT foram selecionados quatro trabalhos, sendo eles:

Rio Vermelho, um Jogo em fase de desenvolvimento pelo aluno Kleber Kelf. Esse game trabalha a conscientização ambiental ao buscar mostrar o cenário atual do Rio Vermelho que contorna o município de Rondonópolis, Mato Grosso.

Serious Game 3D para o ensino da anatomia e fisiologia do coração humano composto por um modelo anatômico próximo ao real e com diferentes formas de visualização, navegação e simulação de cardiopatologias desenvolvido pelos graduandos Crysthian Souza, Laura Capurro e Meiriane Miranda.

Lorrayne Catlheen, Pryscilla Danubia e Ananda Oliveira usam um programa de computador e placas eletrônicas com intuito de ensinar lógica de programação e apresentar os princípios da computação para alunos do ensino médio da rede pública.

Outro trabalho exposto na Campus Future foi o dos graduandos em Ciências da Computação Jefferson Bento e Jhonatam da Mata. O projeto visou a representação virtual e interativa das dependências da Universidade Federal do Mato Grosso, Campus Araguaia II, além de estabelecer uma interação virtual na localização das estruturas físicas disponíveis na Universidade em um aplicativo web.

Para o Professor essa oportunidade agregou ideias para a continuação dos projetos desenvolvidos: "O contato com o público e avaliadores foi interessante por terem apresentado sugestões para melhorias dos trabalhos e ainda poder divulgar os projetos para um grande público, além de colaborar com programação da Campus Party."

Instituições participantes da Campus Future:

FACH - Faculdade de Hortolândia

IBTA - Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada

IFES - Instituto Federal do Espírito Santo

FBV - Faculdade Boa Viagem

UFG - Universidade Federal de Goiás

MACKENZIE - Universidade Presbiteriana Mackenzie

UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso

UFPE - Universidade Federal de Pernambuco

UFSCAR - Universidade Federal de São Carlos

UNB - Universidade de Brasília

PUC-SP - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

UFABC - Universidade Federal do ABC

UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá

Universidade Feevale

USF - Universidade São Francisco

IFBA - Instituto Federal da Bahia

UCB - Universidade Católica de Brasília

INATEL - Instituto Nacional de Telecomunicações

Unicamp - Universidade Estadual de Campinas

PUC-GO - Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Escola Politécnica da USP

FANOR DeVry