profile image

Peter Rosenwald

Estrategista de marketing e jornalista cultural

Peter Rosenwald é um gringo nascido em Nova York que vive uma vida dupla como estrategista de marketing e jornalista cultural. Fundador da Wunderman Worldwide, hoje a maior agência internacional de marketing direto, e arquiteto do sistema de assinaturas da Editora Abril, foi crítico de artes sênior por 17 anos, escrevendo regularmente para o The Wall Street Journal, The Guardian, New York Magazine e muitas outras publicações. É autor de dois livros, ‘Accountable Marketing’, www.accountablemarketing.inf.br, e 'Magia das Métricas no Marketing', distribuído gratuitamente em formato ebook. Após anos de intercâmbio com o Brasil, em 1999 mudou-se permanentemente para São Paulo, onde, como paulista recente, continua sua existência esquizofrênica como estrategista de marketing e comentarista da vida cultural.
Arquivo Pessoal

O Propósito de um Cão

Todo Golden que eu conheço está sempre observando o mundo com seus grandes olhos e focinho proeminente e se perguntando: qual é o sentido da vida?
08/02/2017 17:01 -02
POOL New / Reuters

A posse do caos?

Como seu blogger residente que apresenta a visão dos gringos, estou profundamente constrangido e entristecido pelo que vimos tomar forma nos Estados Unidos nos últimos anos, culminando hoje com a posse de Donald Trump como o novo presidente americano com o potencial de criar caos.
20/01/2017 19:22 -02
Kacper Pempel / Reuters

140 caracteres são o bastante?

Talvez você se lembre que, durante a campanha eleitoral, os assessores de Trump de alguma maneira conseguiram barrar seu acesso ao Twitter. Indagado sobre isso, o presidente Obama comentou: "Se uma pessoa não sabe lidar com uma conta no Twitter, ela não sabe lidar com os códigos nucleares. Se você começa a tuitar às 3h da manhã porque o programa 'Saturday Night Live' tirou sarro de você, você não vai poder lidar com os códigos nucleares."
24/12/2016 13:42 -02
DON EMMERT via Getty Images

Rupturas por toda parte

Parece que estamos cercados de todo tipo de ruptura. Talvez só precisemos ir para uma praia tranquila, olhar para as ondas e fugir de tudo. É assim que este gringo planeja passar as festas, e deseja um Feliz Natal e um Feliz Ano Novo para todos os seus leitores.
16/12/2016 16:49 -02
Divulgação

Um convite à intimidade

Em sua mais recente "pesquisa" teatral, Antunes Filho mais uma vez nos força a uma experiência teatral completamente nova, que nos deixa com um senso de intimidade. "Blanche", que está sendo apresentada num espaço do Sesc Consolação dedicado ao Centro de Pesquisa Teatral de Antunes, usa apenas "Fonemol", uma língua imaginária na qual os atores parecem fluentes, mas da qual não entendemos nem uma palavra sequer. Só nos resta observar a ação e ouvir as cadências vocais, os gritos e sussurros, a montanha-russa de emoções expressadas sem a ajuda de palavras que possamos compreender. Logo nos acostumamos, e esse estratagema concentra nossa atenção no que os atores estão expressando de modo a romper a barreira às vezes criada pela linguagem. Enxergamos com mais clareza.
22/11/2016 11:05 -02
Bloomberg via Getty Images

Perdedores e vencedores

Com tanto som, fúria e incerteza nos Estados Unidos, além das ameaças de uma "nova revolução", os perdedores não são apenas a população americana, mas aqueles que olhavam para os Estados Unidos em busca de inspiração e apoio.
11/11/2016 17:09 -02
PhotoAlto/Ale Ventura via Getty Images

Agonia e êxtase dos empreendedores gringos no Brasil

O êxtase, disse Mate, é que, "se você consegue dar certo no Brasil, vai conseguir em qualquer lugar. Os funcionários brasileiros precisam entender que estão passando por uma fase difícil, mas que, se se saírem bem, estarão dando certo no nível internacional. As empresas brasileiras precisam deixar seus profissionais fazer o que estes acham que seria ótimo."
03/11/2016 11:52 -02
Camilo Tavares

De quem é essa terra, afinal?

Infelizmente, não há como voltar no tempo. Mas "Adornos do Brasil Indígena: Resistências Contemporâneas" oferece um caminho para o futuro, uma compreensão aprofundada que pode ajudar nossos parceiros indígenas e nos ajudar a manter o que resta do seu paraíso.
16/09/2016 15:11 -03
Divulgação

O desafio do Balé da Cidade

Não há dúvida de que "Titã" seja extremamente original. Lembrando uma praia ou uma caixa de areia de crianças, o palco está coberto de areia. Um globo gigante está pendurado no teto. Todos os 32 dançarinos da companhia vestem calças jeans e estão em cena durante os 70 minutos. A iluminação é dramática.
09/09/2016 17:12 -03
ROBYN BECK via Getty Images

Convenções não-convencionais

A cada quatro anos, em um ritual peculiarmente gringo, "delegados" convergem em cidades designadas por republicanos e democratas para participar das suas respectivas convenções nacionais, ostensivamente para escolher seus candidatos a presidente e vice nas eleições de novembro. Cheios de entusiasmo e movidos a muito álcool e festas intermináveis, cada Estado anuncia quantos de seus delegados estão votando em cada um dos pré-candidatos do partido.
18/07/2016 17:00 -03
Gary Cameron / Reuters

E se Donald Trump vencer as eleições dos Estados Unidos?

Mesmo sendo um gringo orgulhoso, é cada vez mais difícil assistir ao que se passa na Gringolândia sem achar que as coisas estão saindo do controle, que as tradicionais generosidade e decência estão abrindo caminho para uma ira racial e econômica que vem borbulhando abaixo da superfície e agora está prestes a explodir.
14/07/2016 18:38 -03