profile image

Pablo Doberti

Educador e diretor geral, UNOi

Andy Roberts via Getty Images

Hora da liberdade?

Sem dúvida, por mais poderosa que ela seja nessa altura, a tendência sozinha não conseguirá; agora decidem nossas posições individuais de ativistas ou não do liberado. É hora de se comprometer. Há uma poderosa indústria por trás, justificando-se e defendendo-se e há também uma imensa corporação política resistindo, além de nossas ingênuas inércias e das já tão longas tradições.
26/07/2016 11:29 -03
Mark Segal via Getty Images

As marcas da educação

Não me refiro a essas marcas indeléveis que a educação deixa nos tecidos sociais quando funciona mal, ou quando funciona bem e acaba deixando os países melhores ou piores mais do que qualquer outra coisa. Refiro-me a outro registro, mais superficial e mais trivial, mas, talvez, por isso mais expressivo. Refiro-me às marcas que usamos na educação para identificar escolas, livros, programas, aplicativos e tudo mais.
29/06/2016 12:03 -03
Miia Saastamoinen via Getty Images

O que se aprende sem alegria (ou sem sentido) não serve para nada

Se a distância que nos separa da Finlândia passa por assumir esse tipo de máximas, então estamos piores do que pensamos. Digo isso porque costumamos pensar que os finlandeses estão onde estão porque desenvolveram metodologias extremamente complexas, associadas a tecnologias que somente são possíveis no primeiro mundo, tudo isso, produto de dezenas de anos de trabalho sistemático, investimentos por aluno de que carecemos e uma genialidade quase genética com que não podemos competir.
07/06/2016 12:23 -03
jenny_salo via Getty Images

Como funciona essa inteligência?

Já não sei se, como causa ou como consequência do anterior, chegam a intensidade e o foco. Nunca se distraem, veja; exatamente o contrário do que acontece a nossas milhões de crianças todos os dias em nossas escolas. E não por não chamar a atenção delas (pay attention, please!), senão porque o que deveria tracionar não está tracionado e, então, o cérebro se afrouxa e se perde. A atenção é uma consequência da intensidade do projeto. E nossas heroínas olham fixamente até quando dormem. Sonham com o que fazem ou com o que farão. Ah, isso, sim, creio que dormem bem, porque senão, não sei como poderia se explicar semelhante eficiência neuronal.
17/05/2016 10:28 -03
Asia Images via Getty Images

A redação como fracasso

Não sente o tédio? Esse mesmo tédio que sentimos quando lemos um dicionário, ouvimos o professor de geografia ou repassamos com nossos filhos o livro dos temas para a próxima prova de biologia. O adolescente exigindo da escola uma oficina de "consumo consciente" me parece o summum e a evidência final. Deixo, portanto, a seu critério e juízo.
28/04/2016 20:55 -03
Shutterstock / ollyy

Estamos rodeados de miragens de inovação feitas para nos cansar

Estamos rodeados de miragens de inovação feitas para nos cansar, confundir e dissuadir ao fim da profunda e definitiva transformação de que o modelo educacional precisa. Por isso é importante que, em publicações como essa, que promovem o que promovem e se comprometem com isso, possamos construir nossa posição. E abrir o debate, se for necessário. Mas jamais ficarmos quietos e deixarmos que as coisas continuem como se nada estivesse ocorrendo.
28/03/2016 21:44 -03
CHARLY TRIBALLEAU via Getty Images

Ler é um grande verbo

É um verbo com uma altíssima imagem positiva; seus detratores são computados em zero. É um verbo super elogiado, ainda que sinta que cada vez mais é menos alado. Foi sendo sequestrado pelo dever e - por conseguinte - foi sendo alijado do prazer. É um grande verbo e um verbo que serve para tudo.
09/03/2016 16:14 -03
John Lund via Getty Images

Pela dignidade do cérebro

Esse posicionamento de que falo é uma intuição; uma construção forçada, subjetiva e às vezes extremada que talvez contribua para o debate geral, mas que sobretudo serve como esqueleto vertebral da sua voz crítica. Não importa que esteja certa, importa que seja boa. Você é alguém na medida em que se posicionou sobre algo. Está obrigado a interpretar a realidade para existir. Mas, voltando. Me agrada e me estimula a posição crítica que adotei naquela primeira publicação perante a demasiadamente celebrada neurociência. E logo comecei a vasculhar.
25/02/2016 11:02 -03
FRED DUFOUR via Getty Images

Morin e a Unesco

As Nações Unidas encomendaram um texto a Edgar Morin: "como contribuição à reflexão internacional sobre como educar para um futuro sustentável" e ele o escreveu. E o intitulou: "Os sete saberes necessários para a educação do futuro".
21/01/2016 14:33 -02
Klaus Vedfelt via Getty Images

Educação 3D

Cada vez que escuto um educador usar a palavra "educação", ou "ensino", ou "aprendizagem", "didática", "pedagogia", "conhecimento", "saber", "instrução" etc., não sei muito bem do que ele fala.
11/12/2015 18:08 -02
ullstein bild via Getty Images

A escola integral vem ou não vem?

Se fôssemos capazes de aceitar como próprio o chamado de chegar a uma escola integral, então se abriria um mundo novo para a escola brasileira. É uma manobra que reinstala boa parte dos mais importantes debates que atravessam ou deveriam atravessar a escola hoje: competências, habilidades não cognitivas, empreendedorismo, programação, processos construtivos de conhecimento, tempos, ritmos e inteligências pessoais etc.
07/08/2015 18:50 -03
Getty Images

O que não vemos por trás de uma simples prova escolar

Estou profundamente em desacordo com três teses basais dessa posição docente evidenciada pelos testes. Primeiro, a que supõe que é possível medir melhor o aluno pelo que ele não sabe do que pelo que ele sabe, dado que se há algo que não sabe, então ele como um todo não sabe ou sabe pouco. Segundo, a que estabelece uma clara diferença entre o saber de alcance e o saber de profundidade e opta pelo primeiro. E terceiro, a que define que saber é dar conta de algo, demonstrar que está informado do assunto, dar testemunho, e não construir, criar, improvisar em cima disso. Mas vamos entrar nos pontos, pouco a pouco.
28/07/2015 19:43 -03
TED ALJIBE via Getty Images

O que os professores podem aprender com quem ensina surf

Surfar é difícil, eles sabem. Não subestimam sua complexidade, nem reduzem a longitude do caminho. Mas tampouco se dissociam dele; apropriam-se. E agora pegam ondas em seu tempo livre, assistem a vídeos de surf em casa, conversam entre eles sobre surf, estimulam seus amigos a viver a mesma experiência, convidam a mãe para fazer o mesmo etc. Sua relação com o surf não se restringe ao tempo de cátedra; pelo contrário, o tempo de cátedra multiplica suas instâncias de vínculo com o surf. O que não daríamos nas escolas para que acontecesse isso com o inglês, não é verdade?
20/07/2015 18:41 -03
GUILLERMO LEGARIA via Getty Images

Hoje em dia temos melhores táxis que salas de aula

Do GPS foram ao Waze também sem se confundir. Já não lhes importa saber ou não das ruas da cidade; vamos aonde vamos, ele liga o Waze para receber ajuda. E não sente pesar diante de nós, os passageiros, por se valer do Waze; pelo contrário, orgulha-se dela. Depois do Waze, chega agora o Uber, e está havendo uma nova apelação.
14/07/2015 09:42 -03