profile image

Luciana Gontijo

Estudante de jornalismo, viciada em cinema e música.

Luciana Gontijo é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto e reside atualmente em Mariana. É apaixonada por livros, rádio, super-heróis e cinema. Tem como projeto ser professora e, um dia, estudar canto. Se interessa em seguir o jornalismo político, escrever sobre questões sociais, cultura africana e direito da mulher. Sonha em viajar pelo mundo e publicar livros para mostrar um horizonte além do que esperamos e criamos sobre a sociedade.
Getty Images

Os homens que não amam as mulheres

Após o fim de um relacionamento não saudável e de reproduzir 800 vezes o vídeo da Jout Jout, vejo como esses fantasmas assombram mulheres. Apenas no meu convívio social, pude perceber como nos sentimos culpadas e vulneráveis por um jogo de manipulação emocional. Aí você começa a ler sobre transtornos de personalidade narcisista, faz parte de grupos e vê que todos eles acabam fazendo coisas similares.
12/01/2017 12:59 -02
Ricardo Moraes / Reuters

Sujeira pra todo lado

No dia 27 de abril, a Proposta de Ementa Constitucional n° 65/2012 foi aprovada no Senado. Essa PEC autoriza a realização de obras sem necessidade de licenciamento ambiental. Será preciso apenas de um Estudo de Impacto Ambiental feito pelo empreendedor e, depois disso, nenhuma obra poderá ser cancelada ou parada. Resumindo, os próprios empreendedores averiguarão se a obra é ou não viável, sem qualquer fiscalização governamental.
01/06/2016 18:50 -03
Divulgação/TVGlobo

O maior erro é romantizar os crimes de estupro

Ouvi pessoas dizendo que aquilo era amor, que o namorado não sabia viver sem ela, como se aquilo tudo fosse justificável. Não justifica tirar a vida de alguém ou invadir o espaço de outro ser em nome de falsos sentimentos, até mesmo porque isso seria a ideia de posse. Não somos objetos para ter donos, somos pessoas.
27/05/2016 13:46 -03
George Holton via Getty Images

O efeito 'cara pálida'

Caras pálidas, para mim, são brancos que insistem em destruir seus iguais. Há 516 anos, 3 caravelas e milhões de negros vindos do tráfico negreiro, eles começaram a agir nessa terra que chamamos de Brasil.
06/01/2016 22:33 -02
iStock

Por que precisamos, sim, do feminismo

A mulher trabalha sim, vota e ainda assim não recebe tanto quanto um homem (em muitos casos). E o mais importante: a roupa usada jamais pode servir de justificativa para qualquer assédio.
30/11/2015 19:37 -02