profile image

Juliana Guarany

Jornalista, ativista de direitos humanos e criadora do FemMap, site que documenta projetos feministas pelo mundo

Jornalista e ativista de direitos humanos. Criadora do FemMap, site que documenta projetos feministas pelo mundo. É mestre em Jornalismo e Globalização pelas universidades de Aarhus e Hamburgo. Foi bolsista da fundação Alexander von Humboldt, que apoiou o projeto FemMap. Em 15 anos de jornalismo, já passou pelas redações de Veja e UOL. Atualmente, vive na Alemanha.
Sergio Moraes / Reuters

'Homem é assim mesmo': 8 passos para acabar com a cultura do estupro

É preciso muito esforço para que possamos sair do ciclo violento em que vivemos. Para as mulheres é ainda mais difícil, pois elas são alvo de violências sistemáticas sobre seu corpo. Os 130 casos de estupro que acontecem diariamente no Brasil mostram que existe uma estrutura complexa sustentando uma sociedade doente. Uma cultura do estupro. E mesmo diante de números alarmantes, em que homens são os agressores em mais de 90% das vezes, sempre tem alguém tentando justificar um ato com a máxima: "homem é assim mesmo, não tem jeito".
08/06/2016 12:41 -03
JOHN MACDOUGALL via Getty Images

Por que política e misoginia combinam tanto?

Não tem jeito: o assunto do momento não é feminismo, não é o papel feminino. É política e corrupção, mas parece que todos os personagens arranjam um jeito de ser misóginos. Queria eu estar errada, mas não dá pra ignorar. O última que vi partiu das escutas de Lula: conversando com Paulo Vannucchi, referiu-se às feministas do partidos como aquelas de "grelo duro". Minha certeza é de que, se perguntarem a ele, dirá que estava fazendo um elogio. Vergonhoso.
18/03/2016 14:04 -03
Shutterstock / imageegami

Uma reflexão sobre assédio: A rua é de quem? E o bar?

Em 2012, depois de uma caminhada distraída pelas ruas de São Paulo que resultaram num "lindos peitos" dito na minha orelha por um sujeito que correu logo em seguida, sem eu nem ver o rosto, perguntei aos amigos no Facebook: o que fazer, ou mesmo sentir, depois de passar por isso? Um amigo disse "chama a polícia. Isso é assédio".
19/02/2016 17:15 -02