profile image

Denilde Oliveira Holzhacker

Doutora em Ciência Política. Professora de Relações Internacionais da ESPM (SP)

Doutora em Ciência Política pela USP (2006). Atualmente sou professora no curso de Relações Internacionais da ESPM-São Paulo e pesquisadora do Centro de Estudos e Pesquisas sobre Diplomacia Corporativa (ESPM). Fui Professora Visitante no Bentley University (EUA) (2007-2008). Participei do Global Fellow Program (2007-2009) do Institute for Higher Education (EUA). Desde 1994 integro a equipe de pesquisadores do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais da USP. Os riscos e cenários no âmbito da política internacional, processos eleitorais e comportamento político no Brasil e mundo e as relações entre empresas, ONGs e governos são temas que tenho e interesse e pesquisado nos últimos anos.
Beck Diefenbach / Reuters

Os descontentes e a inesperada vitória de Donald Trump

Tais reflexões sugerem que os resultados observados revelam a dificuldade das lideranças políticas e das organizações partidárias atuais de dialogarem e apontarem novos caminhos e novas demandas aos que clamam mudança e que possuem relações demográficas e socioeconômicas mais complexas e de geometria muito variável. Seja para os próprios os conservadores, seja para outros grupos, muitos difusos, inclusive. Sendo estes não apenas os novos desafios metodológicos para as pesquisas tentarem apreender a nova lógica decisória do voto, além de suas clivagens clássicas, mas ao sistema político dialogar, dar voz e ecoar novos desejos.
16/11/2016 12:54 -02