profile image

Cristina Müller

Jornalista, profissional de comunicação para o desenvolvimento, mãe, viajante, pessoa pensante...

Carioca, fez faculdade nos EUA e na Inglaterra, onde estudou literatura comparada e pensamento político. Teve seu primeiro emprego como jornalista no vespertino The Times Argus, em Vermont. Mas como queria votar pra presidente, voltou para o Brasil em 1989 e passou a fazer parte da equipe da Associated Press, colaborando também para o San Franciso Chronicle e Monitor Radio. Depois foi para Agência Estado. Na sequência foi correspondente do Jornal do Brasil no Oriente Médio e mais tarde seguiu para a África austral pela Reuters, sediada em Luanda. Desde 1999 trabalha em comunicação para o desenvolvimento e como analista para agências do sistema da ONU e da Comissão Europeia, tendo sido sediada em Roma, Luanda, Adis Abeba, Viena e Barcelona. Com residência em Viena, colabora para publicações brasileiras e de outros países e trabalha como consultora e analista para o setor público nacional e internacional em saúde pública, resolução de conflitos e na área ambiental.
Thinkstock

Sexo como moeda de troca

Ao me contar que o namorado é rico e poderoso, a menina na verdade pedia implicitamente minha permissão para usar o sexo como moeda de troca. A mãe dela está vivendo um dilema terrível.
24/02/2014 14:20 -03