profile image

AgFight

Primeira agência de notícias do Brasil especializada em lutas

Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Injustiça do UFC pode salvar carreira de Miesha Tate

Pois bem, mas quando questionado sobre os motivos que o levaram a tomar tal decisão, o presidente do evento pareceu ser sincero quando afirmou que a razão principal era, claro, dinheiro. Derrotada em duas oportunidades pela judoca, Miesha não teria apelo suficiente para vender o quanto se espera para uma apresentação de Ronda, grande estrela na organização no momento. Mentira? Longe disso.
15/09/2015 14:52 -03