OPINIÃO

Desejo de grávida

28/07/2015 19:28 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02
_Dinkel_/Flickr
<a href="http://www.gettyimages.com/Search/Search.aspx?assettype=image&family=creative&artist=Matthew" rel="nofollow">www.gettyimages.com/Search/Search.aspx?assettype=image&am...</a> Dinkel

Queria uma fotografia grávida em Noronha. Queria ter podido exibir meu barrigão - barriguinha, na verdade -, por aí, sem medo algum. Queria ter feito pilates, ter gasto menos no enxoval, ter feito ensaio fotográfico de gestante.

Queria não ter ficado tão preocupada, tão apavorada. Queria ter sido uma grávida zen, que não ficou quase violenta e não precisou tomar fluoxetina. Queria ter feito um quarto de bebê daqueles nos quais quase tudo fica no chão e estimula a autonomia da pessoinha. Como é o nome mesmo?

Queria que alguma coisa mexesse de novo na minha barriga ao ouvir Sweet Child O'Mine, vendo Rock in Rio pela TV. Queria ser a #gravidadodia todos os dias no meu Insta, por no mínimo 40 semanas.

Queria me sentir linda e horrorosa ao mesmo tempo. Queria rir por nada e chorar rios por nada também. Queria um parto mais natural, menos de emergência e com pelo menos uma fotinho da filha que acabara de nascer.

Queria estar planejando a segunda gravidez ou que ela simplesmente... Acontecesse. Queria estar preocupada com o seguinte: como vamos sustentar quatro crianças?

Queria uma "Vivi II, A Missão", ou um menino pra chamar de meu (pelo menos durante o puerpério; filhos não são nossos, tô ligada).

Queria não chorar disfarçadamente ao ver grávidas pelo mundo, pensando que provavelmente não terei mais a sensação de onipotência que acompanha o gerar.

Queria que o texto fosse de autoria desconhecida, escrito por outra mãe que sente saudade do enjoo, da azia, de dormir sentada, da (quase) incontinência, da dor nas costas e do trabalho de parto mais dolorido da história. Mas é meu mesmo.

VEJA TAMBÉM:

Estes bebês não querem sair da praia ❤