OPINIÃO

Lidando com as críticas: 5 coisas para lembrar antes de levá-las para o pessoal

30/11/2015 19:16 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

lidar com críticas

A verdade é a maioria de nós não está preparada para lidar direito com críticas pessoais ou profissionais. É difícil receber uma avaliação ruim no trabalho sem achar que você é o pior profissional do mundo ou que seu chefe não gosta de você.

O comportamento é uma parte muito importante de nossa identidade. Quando nos pedem mudanças, pequenas sugestões podem parecer grandes ataques pessoais. E as críticas são complicadas: como saber se a pessoa realmente quer que você melhore?

É impossível saber se as críticas são verdadeiramente sinceras, mas é possível processar as informações de maneira lógica e saudável. Eis um checklist para ter em mente quando você está sendo criticado. Quem sabe assim você não vira um zumbi paranoico.

1. Não seja defensivo

Entrar em modo de ataque nunca é uma boa ideia quando alguém está tentando te avaliar. Discutir vai te fazer parecer não-receptivo e belicoso e pode acabar reforçando os argumentos do crítico.

Em vez de ceder a essa vontade de se defender, respire, valide o que está sendo dito e faça perguntas produtivas, como: "Obrigado por me chamar a atenção para isso. Você pode apontar situações específicas em que falhei na comunicação? O que eu poderia ter feito diferente?

Como melhorar a comunicação com a minha equipe no futuro?" Com perguntas desse tipo, você parece flexível e disposto a cooperar. Mesmo que não concorde inteiramente com as elas, é uma maneira mais madura e respeitosa de receber críticas.

2. Não diga "eu sei"

Nunca diga "eu sei" em resposta a alguma crítica. Você obviamente não sabe. Essa frase coloca o autor da crítica numa postura automaticamente defensiva.

O que poderia ser uma conversa produtiva pode acabar virando uma discussão. Se você sabe (ha!) que tem esse costume, tente usar frases mais positivas, como "Entendo..." Soa muito melhor, certo? Igualmente satisfatório para ambas as partes.

3. Pera lá - não seja paranoico

Achar que está todo mundo contra você é tãããão normal. Na sua cabeça, você provavelmente ACHA que o crítico te considera emocional ou profissionalmente incompetente.

Mas, na verdade, ele está apenas dando uma opinião para que você melhore. Seu chefe não vai te pedir para melhorar os e-mails enviados para os clientes se não achar que você é capaz. Se você não estivesse à altura da função, ele encontraria outra pessoa rapidinho.

O mesmo vale para críticas de parceiros ou amigos; se eles realmente não gostassem de você não seriam seus parceiros ou amigos, certo? Em vez de ficar desmotivado ou chateado, aprecie o fato de que as pessoas estão suficientemente à vontade para dizer o que pensam. Não as censure. Elas estão fazendo isso por amor.

4. Não peça desculpas

Mas mude. Pedir desculpas é desnecessário, a menos que a situação realmente exija isso (se você magoou alguém, por exemplo). Se seu chefe sugere que você revise seus relatórios antes de enviá-los, a reação automática é pedir desculpas.

Quando se trata de discutir pontos a melhorar, especialmente no trabalho, "Me desculpe" em geral não quer dizer nada - só faz te parecer indeciso e pouco confiante.

Tente dar respostas mais fortes, como: "Claro, vou fazer assim daqui em diante". Uma promessa de proatividade vai te fazer parecer mais responsável - e ainda assim vai ser uma resposta educada.

5. Não seja tão duro consigo mesmo

Críticas são parte da vida - cedo ou tarde elas virão, seja em casa ou no trabalho. Lembre que ninguém é perfeito. Se te pedem para mudar, estão investindo em você.

Pode ser difícil às vezes, mas saiba que você tem valor e tente não sofrer demais com as críticas. A vida é curta demais para isso.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: