OPINIÃO

Lisboa além do fado

25/06/2015 16:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

2015-06-24-1435180622-510896-DIELEOCASAIND.png

Nós, o tigre e o palco da Casa Independente, uma das dicas de hoje

Não é só de fado que vive a cena musical e cultural de Portugal, não. Moramos em Lisboa por um mês e descobrimos um país de riqueza musical super abrangente, que vai d0 hip hop ao rock psicodélico num piscar de olhos.

2015-06-24-1435180654-2586350-LEOANDANDO.png

Leo, subindo e descendo ladeiras de Lisboa

Nessas quatro semanas que andamos por todos os lados da capital portuguesa, encontramos muitos lugares que comprovam essa pluralidade sonora.

Escolhemos três deles que valem a pena visitar, tanto pelo ambiente, quanto pela música e experiência cultural.

2015-06-24-1435180705-7083378-PRIMIEROANDAR.JPG

Um dos ambientes do Primeiro Andar

1. Fomos ao Primeiro Andar, por sugestão da galera da Videolotion, produtora que foi nosso braço-direito nas gravações em Portugal. Inclusive, foi lá nosso primeiro encontro com eles. Nos encantamos logo na entrada do lugar. O espaço é lindo. Ele realmente se parece com o primeiro andar de uma casa, tem três ambientes repletos de objetos escolhidos a dedo. É uma mistura de bar e restaurante, sempre com excelentes apresentações musicais! Gastronomia, cultura e preços acessíveis. Comemos e bebemos muito bem e ficamos com vontade de voltar. Confira a programação musical do Primeiro Andar e passe lá para "beber um copo", como dizem os portugueses, e ouvir um som.

2015-06-24-1435180745-2670059-LUIO.JPG

Depois de muito subir ladeira, Leo se prepara pra entrar na caverna da música

2. Ninguém melhor do que um músico para te indicar a melhor loja de discos da cidade. Por isso, perguntamos ao Hélio Morais, baterista da banda Linda Martini (nossa estreia de videoclipe da semana), onde poderíamos achar o melhor acervo em Lisboa. Sem hesitar, ele disse Louie Louie. E lá fomos nós. A loja fica escondidinha entre uma rua e outra, bem no meio do bairro do Chiado. Ao descer as escadinhas da loja, a sensação é de estar entrando num esconderijo secreto dos amantes do som, mesmo estando no coração de um bairro super turístico. Vinis, CDs e DVDs para todos os gostos musicais. Inclusive, eles têm uma bela coleção brasileira. E o melhor de tudo: dentro da loja, há um café (com um expresso a 50 centavos) e wi-fi. Tudo que precisamos pra viver.

2015-06-24-1435181341-6596378-CASAINDE.png

Nós, os Linda Martini, a Videolotion e os parceiros que nos ajudaram a realizar o clipe na Casa Independente. Esse é o quintal da Casa

3. Por último, a Casa Independente. Indicado por Cláudia Guerreiro, baixista dos Linda Martini, o local é localizado no Largo do Intendente, num antigo palacete de 465m², com três grandes espaços, todos bem diferentes entre si. O local foi ideal para gravarmos o plano-sequência do clipe que estreou nesta semana (assista ao vídeo abaixo). A Casa Independente tem de tudo um pouco. Tem exposições, instalações artísticas, restaurante (delicioso, inclusive), bar e recebe artistas para ótimas apresentações musicais. Eles fazem questão de promover um diálogo contemporâneo entre artes visuais, culturais e musicais. Tudo regado a bons drinques, num lugar extremamente fotogênico. A visita vai valer a pena, seja de dia ou de noite! Se for a noite, confira a programação musical do dia pra não perder o show.

2015-06-24-1435181409-7833926-CASAINDEGRAVACAO.png

Entre um take e outro da gravação de "Dez Tostões"

Dê uma olhadinha no clipe que rodamos por lá.

Se tiver a oportunidade, visite os três lugares em Lisboa e descubra um pouco mais da cena cultural da cidade, que por si só, já é encantadora!

Por hoje é só, mas semana que vem tem mais Portugal por aqui!

Enquanto isso, acompanhe a nossa viagem pelo mundo no nosso Facebook, no Instagram e, é claro, no nosso canal do YouTube!


VEJA TAMBÉM:

Casal registra "air kiss" em viagem pelo mundo