OPINIÃO

Precisamos acordar para o problema do sono ao volante

05/04/2016 10:56 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02
Gary S Chapman via Getty Images
Driving at night

Todos sabemos que é perigoso dirigir depois de beber -- mas o que acontece quando estamos cansados? Mais de 60% dos americanos admitem que dirigiram com sono pelo menos uma vez no último ano. A privação de sono prejudica nosso julgamento tanto quanto o álcool -- e significa que as chances de envolver-se em um acidente são iguais às de quem dirige alcoolizado.

Não é por acaso que as mortes causadas por motoristas embriagados caíram pela metade entre 1982 e 2014. A reviravolta aconteceu porque houve um esforço coordenado por parte do governo, de organizações sem fins lucrativos e de especialistas em segurança para mudar atitudes em relação a beber e dirigir. Essa campanha levou todos a encarar o problema com seriedade.

Mas, enquanto os perigos de dirigir embriagado são bem conhecidos, o sono ao volante ainda é uma epidemia silenciosa. Pesquisas sugerem que motoristas cansados ​​são responsáveis ​​por cerca de 1,2 milhões de acidentes por ano, que causam 8.000 mortes. Esses números são preocupantes, mas não surpreendentes: um estudo indica que estar acordado entre 17 e 19 horas (um dia normal para muitos de nós!) equivale a um nível de álcool no sangue de 0,05% (um pouco abaixo do legal limite em muitos Estados norte-americanos). Fique acordado mais algumas horas a mais e o cansaço equivale a 0,1% - ou seja, você está legalmente bêbado.

Não precisa ser assim. Precisamos acordar para o fato de que o sono ao volante é muito perigoso. É por isso que o Huffington Post está se unindo com o Uber e a Toyota numa campanha de conscientização para ajudar a salvar vidas. Sabemos que isso pode funcionar porque já vimos o que os aplicativos de carona podem fazer em relação ao problema de motoristas bêbados. Quando o Uber foi lançado em Seattle, as prisões de motoristas alcoolizados caíram 10%. Na Califórnia, os acidentes causados por motoristas bêbados diminuíram 60% ao mês entre os motoristas com menos de 30 anos.

Se você é empregador, siga o exemplo de empresas que utilizam o serviço corporativo Uber for Business para levar os funcionários para casa com segurança depois de uma noite no escritório. Para todos os outros -- não deixe as pessoas queridas pegarem o carro quando estão cansadas. Pegue o smartphone e chame um carro para elas.

Você pode ou não ter pescado quando estava dirigindo, mas com certeza sabe o que é exaustão. Somos CEOs e já passamos várias noites no trabalho - às vezes semanas ou meses. E isso continua acontecendo. Mas, como um número crescente de médicos, psicólogos e empresários, entendemos que o sono é uma parte crítica da saúde pessoal, da felicidade e do sucesso. E, quando se trata de dirigir, de segurança.

Ao longo do próximo mês, Arianna vai levar essa mensagem a campi universitários de Denver, Las Vegas, Nashville, Chicago, Bay Area e outros cantos do País.

Se você está interessado em tutorial sobre dormir, peça uma corrida da Uber e você poderá ter a chance de viajar lado a lado de Arianna.

A Toyota está comprometida a ajudar todos a se sentirem seguros nas quatro rodas e vai providenciar milhares de caronas tarde de madrugada, como parte de sua campanha de direção sem sono.

E na Uber, nós estaremos construindo uma tecnologia que utiliza GPS e dados dos telefones para ajudar a detectar padrões de direção perigosa -- tentando tirar esses motoristas da estrada.

No próximo mês, Arianna vai levar essa mensagem para campus de todos os Estados Unidos. Se você quiser ganhar um tutorial exclusivo sobre sono, peça um carro do Uber para concorrer a uma corrida com Arianna. A Toyota também gentilmente concordou em pagar 100 000 dólares em viagens gratuitas para os estudantes como parte da campanha.

Junte-se a nós. Vamos fazer o dirigir com sono ser algo inaceitável socialmente inaceitável, como o álcool ao volante. Deixamos a última palavra para Mark Rosekind, administrador do órgão do governo americano responsável pela segurança nas estradas: "Nem todo mundo bebe e mexe no celular enquanto está dirigindo. Mas todo mundo fica cansado, e muitas vezes os motoristas colocam a si mesmos e aos outros em risco por pegarem o carro sem estarem descansados o suficiente".

LEIA MAIS:

- O sono do brasileiro está cada vez pior. O resultado: Ansiedade, obesidade e depressão

- O que 2 horas a menos de sono podem fazer com o seu rosto?