OPINIÃO

#ToplessinRio: do que uma mulher precisa para ser musa?

04/12/2014 11:00 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02
divulgação

Muitos diriam corpo escultural, sorriso radiante, olhos penetrantes ou um doce balanço a caminho do mar. Mas e se ela for diferente do modelo de musa que guardamos na mente depois de anos de concursos de misses, panteras e globelezas? Como dizia Vinicius de Moraes em seus poemas, uma mulher tem que ter:

"Qualquer coisa além de beleza, qualquer coisa de triste, qualquer coisa que chora, qualquer coisa que sente saudade, um molejo de amor machucado

Uma beleza que vem da tristeza.

De se saber mulher.

Feita apenas para amar."

A lembrança do poema veio de uma das concorrentes do concurso Nova Musa do Toplessaço, ou Toplessinrio, que lançamos exatamente para quebrar os estereótipos de beleza e fazer com que as próprias mulheres, antes de tudo, aceitem melhor seu corpo. Ela respondia à pergunta: "o que uma mulher precisa para ser musa", obrigatória para participar da seleção.

Não é para menos que quem enviou o texto convive com Ataxia de Friedreich, doença neurodegenerativa que a obrigou a usar cadeiras de rodas e limitou seus movimentos. Nataché Iamayá, de 32 anos. Estudante do ensino superior e aspirante à modelo, a futura advogada quer ser porta-voz na luta contra dois preconceitos: o da deficiência e o da nudez.

Não podia resumir melhor o espírito do nosso movimento. Ao lançarmos o concurso Nova Musa Toplessinrio não procurávamos mulheres de seios perfeitos - nada contra os perfeitos. Mas alguém que tivesse "peitos" diante de uma sociedade que se acostumou com conceitos prontos de beleza e que coloca à margem mulheres que representam, de fato, a grande maioria da nossa sociedade. E que, por repressão ou baixa auto-estima, deixam de lado sua sensualidade.

Além de Nataché, tivemos muitas quarentonas, mulheres com todos os tipos de corpos, origem e profissão. Todas com qualquer coisa de beleza, como no verso de Vinicius.

Ao todo, até agora foram perto de cinquenta mulheres que tiveram a coragem de mandar suas fotos. Algumas apenas mostraram interesse em participar e nós produzimos suas fotos. O concurso ainda está aberto e basta mandar sua foto para toplessinrio@gmail.com (o regulamento está aqui).

Esperamos com esse concurso ajudar muitas mulheres a se libertarem do seu próprio preconceito, para além das que resolveram participar do projeto. Pois para as outras, fica o exemplo e a observação de Nataché em relação aos requisitos para ser musa, que complementou a primeira parte da sua resposta:

"Porém uma musa é além!

É aquela paixão ardente que não queima, é um símbolo universal do feminino.

Mistura de princesa com dama, porém sem drama.

Pois a beleza de uma musa é a capacidade de inspirar a criação.

As deusas inspiradoras da música, divindades moradoras das poesias.

Por fim, as verdadeiras ninfas do monte Olimpo.

Qualquer uma pode ser mulher...

Mas musa..."

Sejamos todas musas de nós mesmas!

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

VEJA MAIS:

#ToplessinRio: veja algumas candidatas