OPINIÃO

Você sabe com quem está falando?

07/04/2016 10:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02
Jirsak via Getty Images
Give notice, to fire, be dismissed, get sacked, bossing, mobbing and bullying on workplace concepts.

Você sabe com quem está falando?

Essa frase, herança maldita de uma história como a nossa, é ainda mais forte quando se trata da tentativa de impor a presença.

Como é difícil se deparar com pessoas que se valem de discursos como esse para intimidar e coagir seus subordinados.

Porta de entrada para o assédio, sem dúvida não pode terminar bem uma conversa que começa assim.

E quando se trata de um homem com poder que tem mulheres inteligentes como subordinadas?

Ainda pior porque supõe que, dada a posição em que se encontra ficará ainda mais fácil porque quem ousará contestar a fatídica pergunta.

Gente de bem, como se costuma intitular, agente da cultura da cidade, envolvido num caso de assédio a servidoras públicas municipais. Lamentável.

Mais ainda quando as letras e sons desta canção caem no silêncio do esquecimento tão facilmente.

LEIA MAIS:

- Empoderamento feminino?

Também no HuffPost Brasil:

  • SUBSTANTIA JONES
  • SUBSTANTIA JONES
  • SUBSTANTIA JONES
  • SUBSTANTIA JONES
  • SUBSTANTIA JONES