OPINIÃO

10 coisas que o parceiro que trai NÃO quer que você saiba

20/11/2017 20:50 -02 | Atualizado 21/11/2017 17:42 -02

Descobrir a infidelidade de um marido ou uma mulher não somente causa muito choque e tristeza. Há tantas perguntas a serem respondidas, tantas emoções intensas envolvidas.

A maioria dos parceiros infiéis querem salvar o casamento. Eles são sinceros, admitem seus erros e estão dispostos a fazer de tudo para ajudar a curar as feridas do outro. Respondem perguntas. Reconhecem que magoaram o parceiro. Mostram remorso genuíno. Têm paciência. Acabam com o caso e cortam o contato com a outra pessoa. São transparentes com quem falam no telefone, por onde andam e assim por diante, tudo para reconquistar a confiança e o amor do parceiro.

Infelizmente, nem todos os parceiros infiéis reagem com honestidade, humildade ou empatia quando suas traições são descobertas. Nem todos vão trabalhar na reconstrução do casamento. Essas pessoas não estão focadas no casamento – estão focadas em si mesmas e como podem passar pela situação com o mínimo de drama e inconveniências.

Lembre-se: quem não tem nada a esconder não esconde nada.

Veja abaixo dez coisas que um parceiro insincero prefere que você não saiba.

1. Eles estão plenamente conscientes de que suas ações eram uma traição.

Suas tentativas de negar, desviar ou minimizar suas ações, ou para atraí-lo para um debate (ou seja, "acabei de mandar uma foto de mim nua para ele, mas não dormimos juntos!" ou "mensagem de texto não é traição!") são apenas caminho para obscurecer a situação.

Getty Images/iStockphoto

2. Eles não te contaram a história inteira.

Frases como "Foi só uma vez", ou "Nunca nos conhecemos pessoalmente" ou "Sempre usamos camisinha" muitas vezes são enganosas. É muito comum que informações extras e revelações apareçam depois que o caso seja descoberto.

3. Eles gostaram de ter todo o poder. A infidelidade é, em muitos aspectos, um desequilíbrio de poder no casamento.

A pessoa que é infiel tem o poder. Elas conhecem o segredo. Eles podem escolher terminar, manter ou revelar o caso. E, como qualquer tipo de poder, pode ser intoxicante -- e muito divertido.

4. O telefone é uma prova de culpa.

Quando te acusam de ser "paranoica" ou "controladora" quando você pede olhar para o telefone dele, é porque eles estão escondendo algo e querem que você pare de perguntar. Eles sabem que ninguém quer ser "aquela esposa" insegura ou controladora, então usam isso em sua vantagem. Lembre-se: quem não tem nada a esconder não esconde nada.

5. Eles tentam ao máximo botar a culpa em você.

Suas tentativas de transferir a culpa para você (ou seja, "eu não teria tido de transar com ela se você estivesse mais disponível!" ou "Eu não teria de procurá-lo se você simplesmente conversasse comigo de vez em quando") têm o objetivo de mudar o foco da conversa. Sim, problemas de casamento pré-existentes podem ter tido influência. Mas havia outras opções disponíveis para o seu parceiro. Ele ou ela não precisavam de intimidade emocional ou sexual com outra pessoa. Eles são os únicos culpados por essa escolha.

6. Eles querem que você pare de reclamar.

A impaciência com as suas perguntas ou sua dor, ou frases como "Supere isso!" ou "Já pedi desculpas, o que mais você quer de mim?" geralmente significam que eles não estão dispostos a investir tempo, energia e emoção em recuperar sua confiança e carinho. Tradução: eles querem que você se cale sobre o problema para que eles possam assistir o jogo em paz.

7. Eles fizeram uma escolha.

Não existe o "aconteceu...". Da mesma forma, um parceiro que diz: "É impossível estar com apenas uma pessoa!" não está falando da traição, está simplesmente tentando justificá-la. A verdade é que muitos casais têm casamentos que duram muitos anos e são em geral felizes. Nem sempre é fácil, mas trata-se de escolha pessoal e como você quer viver sua vida.

Esses comportamentos muitas vezes marcam a diferença entre um parceiro que quer salvar o casamento e um parceiro que só quer se salvar.

8. Eles não são confiáveis.

Não importa quantas vezes eles dizem: "Você tem de confiar em mim". Um cônjuge que se envolve em qualquer tipo de comportamento secreto -- seja sexual ou financeiro -- não é confiável. Eles podem recuperar sua confiança; no entanto, isso se faz com ações, não palavras.

9. Pode não ser a última (ou primeira)vez.

"Traiu uma vez, sempre vai trais" pode não ser necessariamente verdade, mas muitas vezes a infidelidade pode se tornar padrão por parte de um ou ambos os cônjuges.

10. Eles sabem exatamente por que o fizeram.

Um cônjuge que responde à pergunta: "Por que você fez isso?" dizendo "Não sei" não está dizendo a verdade. A verdade pode ser "profunda" (ou seja, "achei que estava apaixonado por ele/ela") ou pode ser "superficial" (ou seja, "Foi só diversão, não achei que seria descoberto"). De um jeito ou de outro, eles sabiam exatamente por que fizeram o que fizeram.

Vale a pena mencionar que mesmo os cônjuges motivados podem exibir elementos desses comportamentos. Por exemplo, um cônjuge sincero pode dizer "Não sei por que fiz isso" para evitar magoar ainda mais o parceiro. Um cônjuge sincero pode tentar minimizar suas ações para tentar estabilizar a situação.

De qualquer modo, esses dez pontos devem ser alertas se o seu parceiro tiver sido infiel, especialmente se o caso foi prolongado ou admitido com uma atitude beligerante. Esses comportamentos muitas vezes marcam a diferença entre um parceiro que quer salvar seu casamento e um parceiro que só quer se salvar.

É claro que a infidelidade é complexa. Um blog não pode abranger de forma abrangente todas as maneiras pelas quais um cônjuge "difícil" pode reagir ao ser descoberto. Se você está lidando com uma quebra de confiança em seu casamento e seu cônjuge não está te apoiando como deveria, você deveria buscar ajuda.

Criei um curso intensivo de áudio (Superando Infidelidades // Para cônjuges traídos) para lidar com parceiros conflituosos; no entanto, existem muitos outros recursos. Há maneiras de motivá-los a reafirmar o compromisso com você. Portanto, não se deixe enganar pelo comportamento deles. Ao mesmo tempo, não desista de seu casamento sem dar tudo de si.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost Australia e traduzido do inglês.

17 fotos de casamento tiradas na “Hora H” que vão fazer você morrer de rir