MULHERES
05/01/2018 10:03 -02 | Atualizado 05/01/2018 10:04 -02

29 coisas com as quais você deveria se importar mais em 2018

Envolva-se mais, mesmo quando isso é exaustivo.

Damon Dahlen for HuffPost

2017 foi um ano difícil para muitos – um ano cheio de cólera, resistência e exaustão. Foi também um ano em que se tornou claro quão importantes são as ações e a empatia coletivas.

Para este ano de 2018, assim como fizemos no ano passado, tomamos a resolução de nos engajarmos mais, mesmo quando isso é exaustivo. Tomamos a resolução de dedicar mais atenção às pessoas que nos cercam e às pessoas que não conhecemos. Confrontados com o ódio, fazemos a resolução de abraçar a alegria. Diante das trevas, decidimos abraçar a luz.

Veja abaixo 29 coisas pequenas e grandes que serão importantes para nós em 2018. Coisas com as quais vamos nos importar. Junte-se à gente!

1. Discussões difíceis. Não apenas elas são essenciais se quisermos combater a polarização profunda de nosso país, como podem ser muito belas.

2. Solidariedade ― com amigos, familiares e, o que possivelmente seja o mais importante, para comunidades das quais você não faz parte.

3. Imigrantes que chegaram no seu país na infância e estão plenamente integrados no país, mas não têm sua situação regularizada.

4. Programas de TV tão ruins que viram bons e tão bons que são ótimos. Dê vazão às suas tendências escapistas de vez em quando. Todo o mundo merece dar um descanso ocasional à cabeça.

5. Conhecer o mundo. Viaje ao exterior se você puder; se não for possível, conecte-se ao resto do mundo virtualmente. A América não é o centro do universo, e lembrar disso de vez em quando faz bem.

6. As mulheres na sua vida que você conhece tão bem que é capaz de comunicar-se com elas com um simples olhar. (Assistir: Big Little Lies.)

7. Livros ― o tipo de livro que não sai de sua cabeça mesmo semanas depois de você ter virado a última página.

8. Doughnuts.

9. Café...

10. ... e vinho. Porque o equilíbrio é importante na vida.

11. Pequenos gestos de gentileza. Explique a um desconhecido como chegar ao lugar que ele procura. Doe US$5 àquele ativista por quem você passa todos os dias. Empreste seu elástico de cabelo à garota na fila do banheiro.

12. Os habitantes de Porto Rico.

13. As Olimpíadas. E as Paralimpíadas! O corpo humano é uma coisa espantosa.

14. Dias de folga do trabalho para cuidar da saúde mental.

15. Homens que recuam para o segundo plano, ouvem e seguem as mulheres na luta pela igualdade entre homens e mulheres. (Nota: não serão distribuídas medalhas de mérito especial a quem o fizer.)

16. Legislação de controle de armas, porque já passou da hora. Já passou MUITO da hora.

17. Mulheres negras. (Veja algumas maneiras de mostrar que você se importa com elas.)

18. Pijamas realmente confortáveis. Todo o mundo precisa de um.

19. Divisão arbitrária de distritos eleitorais para favorecer um partido ou outro.

20. As eleições parlamentares de 2018 nos EUA e no mundo. Informe-se, envolva-se e saia para votar.

21. O próximo álbum de Carly Rae Jepsen. (Curta o prazer onde quer que você o encontre.)

22. Contadores de histórias ― especialmente os que não sejam homens brancos, héteros, cisgêneros e ricos.

23. A autonomia corporal das mulheres e das pessoas de gênero não conforme.

24. A Terra. A única casa que temos.

25. Acreditar nas mulheres. #EuTambém.. #ElaTambém. #ElesTambém.

26. Democracia.

27. Fatos.

28. Indignação.

29. Amor.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres