ENTRETENIMENTO
13/12/2017 12:58 -02 | Atualizado 13/12/2017 14:51 -02

Agora o acervo de Gabriel García Márquez pode ser acessado gratuitamente na internet

Material foi disponibilizado para o público pela Universidade do Texas.

AFP/Getty Images

Mais de 27 mil documentos com arquivos do escritor Gabriel García Márquez (1927-2014) estão agora disponíveis para consulta gratuita na internet.

O material foi disponibilizado no endereço www.hrc.utexas.edu pelo centro de documentação literária da Universidade do Texas e inclui manuscritos, cadernos, cartas e fotos do Nobel de Literatura.

Foram necessários 18 meses para digitalização do conteúdo que corresponde a cerca de metade do que a entidade possui. A Universidade do Texas adquiriu os arquivos de Gabo em 2014, logo após a morte do escritor, pelo de valor de US$ 2,2 milhões.

Por meio de um buscador bilíngue (inglês e espanhol), o público tem acesso a diversos materiais inéditos, incluindo manuscritos de dez livros do autor e um texto que deveria integrar o segundo volume de suas memórias, mas que nunca foi publicado.

A obra do escritor colombiano ainda não entrou em domínio público. Isso significa que a reprodução de qualquer material deve ser feita de acordo com as regras referentes à propriedade intelectual.

Reprodução/Universidade do Texas

Morto em 17 de abril de 2014, aos 87 anos, Gabriel García Márquez é considerado um dos maiores gênios da literatura universal. Ele deixou um legado capaz de levar leitores a acreditar em qualquer coisa - ou naquilo que o chamado realismo mágico pode criar.

O trabalho do autor colombiano baseou-se tanto em sua vivência como jornalista na América Latina, a admiração por William Faulkner e Mark Twain, quanto histórias vividas durante sua infância na casa de seus avós em Aracataca, na Colômbia.

Entre as principais obras do autor estão Cem Anos de Solidão (1967), O Amor nos Tempos do Cólera (1985), Crônica de Uma Morte Anunciada (1981), Notícia de um Sequestro (1996) e Viver Para Contar (2002).

5 novos livros para pensar sobre as condições do negro no Brasil