ENTRETENIMENTO
09/12/2017 17:43 -02 | Atualizado 09/12/2017 17:46 -02

CCXP: 5 coisas que aprendemos sobre ‘Novos Mutantes’ no painel

Prepare-se para um filme de ‘X-Men’ completamente diferente de todos os outros.

Reprodução
‘Highway to hell’: Esta foto é uma brincadeira com a capa do disco homônimo do AC/DC; o fantoche na mão de Anya Taylor-Joy é Lockheed, mascote do time

Se você gosta de super-heróis, provavelmente já deve saber que discriminação e angústia juvenil são dois dos principais temas abordados nas histórias de X-Men. Os mutantes da Marvel tendem a descobrir que têm poderes logo na adolescência, uma fase na qual tudo parece ser tão definitivo e complicado, e em uma sociedade que não os aceitará "fora do armário".

Nos vários filmes já lançados de X-Men não é diferente — mas em 2018, nós veremos pela primeira vez isso ser tratado pelo viés do terror em Os Novos Mutantes, novo longa-metragem derivado da franquia.

É o prometido pelo diretor Josh Boone (A Culpa É das Estrelas), o roteirista Knate Lee (O Sequestro), e os atores brasileiros Alice Braga (A Rainha do Sul) e Henry Zaga (13 Reasons Why), na Comic Con Experience (CCXP), na última sexta-feira (8), em São Paulo.

Os quatro participaram do painel da Fox, a distribuidora dos filmes de X-Men. E uma das surpresas foi a presença do lendário quadrinista Bill Sienkiewicz — que junto de Chris Claremont, nos anos 1980, fez de Novos Mutantes um dos quadrinhos mais curiosos e respeitáveis da Marvel.

Além do bate-papo, os fãs puderam acompanhar na telona o adorado primeiro trailer do longa e um (breve) teaser exclusivo, no qual os personagens fazem confissões usando uma máquina detectora de mentiras e mostram seus poderes.

O HuffPost acompanhou o painel e trouxe para você fatos essenciais para começarmos a entender a proposta diferente por trás da adaptação.

1. É um "filme de super-herói dentro de um filme de terror"

Estas são as palavras de Josh Boone, que também é responsável pelo roteiro.

É um sinal de que após Logan (2017), com seu tom de faroeste, e Deadpool (2016), uma comédia escrachada e violentíssima, a Fox está disposta a se arriscar com seus personagens Marvel em gêneros inusitados.

No painel, Knate Lee defendeu a decisão de "ir à esquerda" na abordagem; Boone disse que eles escolheram os personagens mais importantes dos quadrinhos.

Sienkiewicz já assistiu a algumas cenas e aprovou o material. "Só de vê-las já fiquei com um nó na garganta", disse.

"Uma coisa muito legal nesse filme, em especial na questão do terror, é que o quadrinho já tinha essa pegada, mas os Novos Mutantes eram diferentes dos outros mutantes de X-Men, porque todos eles estavam passando pela puberdade, eram muito jovens e é nesse momento em que as habilidades se manifestam. Além de haver as mudanças hormonais e essa loucura psicológica, eles vão se tornar super-heróis e, ao mesmo tempo, lidar com mudanças fisiológicas — e com o terror sobre isso, o que é rico, muito, muito rico."

Reprodução

2. Os personagens são os mais icônicos possíveis

Já estão confirmados no filme:

  • Lupina/Rhane (Maisie Williams, a Arya, de Game of Thrones), que pode se transformar em uma loba;

  • Magia/Illyana (Anya Taylor-Joy), jovem russa capaz de abrir portais interdimensionais e praticar feitiçaria;

  • Míssil/Sam (Charlie Heaton, o Jonathan, de Stranger Things), um caipira cujo dom é voar em disparada como o projétil;

  • Miragem/Danielle (Blu Hunt), indígena telepata que pode criar ilusões e armas psiônicas;

  • o brasileiro Mancha Solar/Roberto (Henry Zaga), um jogador de futebol galã e playboy que manipula energia solar;

  • a médica porto-riquenha Cecilia Reyes (Alice Braga), capaz de criar campos de força.

O alienígena Warlock, parte organismo vivo e parte robô, foi incluído no roteiro. E o Urso Místico, um dos adversários mais conhecidos do grupo, aparece em uma das artes conceituais divulgadas. No entanto, nenhum ator foi confirmado em qualquer um desses papéis e ainda não está claro se eles aparecerão ou não.

A cauda do adorável dragãozinho roxo-alien Lockheed aparece na imagem como um fantoche, mas não há confirmação de que ele estará no longa.

Há rumores de que James McAvoy e Alexandra Shipp terão participações como Professor Xavier e Tempestade, respectivamente.

A telepata vietnamita Karma, uma das primeiras personagens de HQs a se declarar abertamente como lésbica, pode aparecer na sequência, segundo o cineasta.

Como você deve ter notado, Novos Mutantes segue a tradição de diversidade étnica de X-Men.

3. As influências são incríveis

Na CCXP, Boone disse que foi buscar inspiração e referências que, convenhamos, são um bocado inusitadas para um filme de X-Men.

Há desde clássicos dos anos 1980, como o terror de A Hora do Pesadelo e dos livros de Stephen King — um dos autores prediletos do de Boone —, e a comédia adolescente O Clube dos Cinco, até Um Estranho no Ninho.

Por enquanto, o enredo do longa é um mistério. Pelo que Braga disse no painel, a Dra. Reyes "recebe esses jovens em uma instituição e tentar ajudá-los a entender como viver nesse universo dos mutantes e os caminhos que eles podem escolher na vida".

"É muito interessante, porque quando a gente é jovem, a gente fica muito angustiado com decisões, inseguranças, se sente fora do lugar e X-Men fala muito disso. Minha personagem os guia nesse mundo novo para eles."

"A gente teve interesse em mostrar os poderes como aterrorizantes, não legais", contou o diretor. "Eles estão nessa instituição por causa dos poderes."

O trailer acima nos dá algumas dicas.

Boone afirmou que Novos Mutantes está "intimamente ligado" aos filmes de X-Men e como Deadpool, ambientado no mesmo universo — mas ele não pode confirmar se haverá um crossover com os outros queridos personagens que já vimos na franquia.

4. O foco está em personagens e atuações

"Ela é uma das melhores atrizes com quem eu estive em cena recentemente", disse Braga sobre Anya Taylor-Joy, de apenas 21 anos. A atriz conseguiu incontáveis elogios com sua atuação do terror independente A Bruxa (2015). "O Josh fez um trabalho lindo de selecionar cada um."

"A gente parecia uma família depois de três semanas de ensaio", contou Zaga. "Ficamos muito próximos tão rápido."

"O que eu fiz com esse filme foi o mesmo que fiz com a A Culpa É das Estrelas", explicou Boone. "Colocar os atores juntos para passarem tempo juntos. É assim que filmes funcionam. Todos os efeitos especiais não salvam se as performances não são boas."

Reprodução

5. Novos Mutantes é (também) um filme de amigos

Boone e Lee se conhecem e são amigos desde a infância — as mães de ambos são melhores amigas e eles cresceram juntos.

"Quando garotos, nós éramos totalmente devotados a quadrinhos. É um sonho que tínhamos desde a infância", contou o cineasta. "A gente tinha uma empresa de quadrinhos. Agora eu ganho dinheiro para fazer o que eu fazia de graça aos 12 anos."

"Josh [e Knate] transformaram todos nós em geeks de quadrinhos, porque eles são muito apaixonados pelos gibis", disse Zaga.

"Eu ouvi que um diretor de X-Men dizia que quadrinhos não eram permitidos no set, mas para nós é o contrário, porque nós os amamos", completou Boone.

BÔNUS: A sequência pode ser rodada no Brasil

Boone disse que Novos Mutantes dá início a uma trilogia — e se tiver confirmação de sequência, ela pode ser rodada no Brasil.

Neste momento, os milhares de fãs presentes no painel entraram em alvoroço. Justo, não acha?

O filme tem estreia no Brasil marcada para 2018.