LGBT

Parlamento da Austrália aprova lei que autoriza casamento gay no país

O deputado Tim Wilson utilizou o seu tempo de debate para pedir o seu parceiro em casamento em meio aos deputados.

07/12/2017 12:04 -02 | Atualizado 07/12/2017 12:12 -02
Scott Barbour via Getty Images
Casamento gay é aprovado na Austrália.

O casamento gay foi aprovado na Austrália na última quinta-feira (6) após um longo período de pressão dos movimentos em defesa dos direitos LGBTs no país. A Câmara dos Deputados aprovou a legislação sem alterações e apenas quatro parlamentares foram contra a legislação. Os primeiros casamentos entre o mesmo sexo deverão acontecer no início de 2018.

O primeiro-ministro Malcolm Turnbull, se posicionou publicamente a favor da causa e desde novembro tinha se comprometiodo em aprovar o projeto de lei antes do fim de 2017.

"Esta é a Austrália: justa, diversa, amorosa e cheia de respeito. Para cada um de nós, este é um ótimo dia", afirmou o político.

O Senado da Austrália já havia aprovado o projeto de lei sem alterações em uma votação no final de novembro. A lei provavelmente terá efeito em cerca de um mês "após a aprovação e outras formalidades", de acordo com informações da AP.

No momento dos discursos, o deputado Tim Wilson utilizou o seu tempo de debate para pedir o seu parceiro em casamento em meio ao plenário.

"No meu primeiro discurso, eu quero comprometer o nosso vínculo com este anel que fica em nossas duas mãos esquerda", disse Wilson. "Eles são a resposta para a pergunta que não podemos fazer. Então, só resta uma coisa a fazer: Ryan Patrick Bolger, você quer se casar comigo? "

A discussão do projeto de lei não enfrentou obstáculos no parlamento e reflete o apoio maioritário do país à questão.

Em uma pesquisa divulgada em novembro, 61% dos australianos concordaram que o governo deveria legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Os resultados da pesquisa foram recebidos com elogios pelos movimentos LGBTQ em todo o mundo.

Casamento gay é aprovado e os EUA comemoram