ENTRETENIMENTO

'Assassinato no Expresso do Oriente', de Agatha Christie, traz obra-prima da literatura para o cinema

Trama consagrada chega à telona com direção e atuação de Kenneth Branagh.

30/11/2017 19:35 -02 | Atualizado 30/11/2017 19:45 -02

Montagem/Divulgação/agathachristie.wikia.com
Clássico da literatura universal chega às telonas com o desafio de conquistar uma nova geração de leitores.

Assassinato no Expresso do Oriente chega às telonas nesta quinta-feira (30) em todo o Brasil com a missão de apresentar para as novas gerações uma das histórias mais celebradas da literatura universal.

Publicado em 1934, o best-seller homônimo escrito pela dama do suspense, Agatha Christie (1890-1976), é protagonizado pelo detetive belga Hercule Poirot, que ostenta um proeminente bigode e possui um incrível poder de dedução.

Na trama ambientada em 1930, milionários, empregados e aristocratas estão numa viagem noturna a bordo do trem mais luxuoso do mundo. Nesse cenário, ocorre o assassinato do obscuro empresário Ratchett. Cabe a Poirot a missão de investigar os suspeitos e descobrir a identidade do criminoso.

No filme, o detetive é vivido por Kenneth Branagh, também é responsável pela direção do longa. Já o executivo é interpretado por Jonny Depp. Na lista de suspeitos do crime está um time de estrelas hollywoodianas: Michelle Pfeiffer, Daisy Ridley, Judi Dench, Josh Gad, Penélope Cruz e Willem Dafoe.

Oitavo dos 104 livros escritos pela autora inglesa, Assassinato no Expresso do Oriente já foi adaptado mais de uma vez para o cinema e televisão. A versão mais conhecida é de 1974, produção assinada pelo cineasta Sidney Lumet, cujo elenco traz nomes como Sean Connery, Jacqueline Bisset e Ingrid Bergman.

Divulgação
Na adaptação de 1974, o detetive Hercule Poirot é vivido por Albert Finney.

Branagh dirigiu filmes como Thor (2017) e Cinderela (2015). No entanto, ele é mais conhecido pelas adaptações cinematográficas premiadas de peças de Shakespeare.

Na nova produção, o cineasta optou por seguir a obra com fidelidade. Mas nem por isso deixou de lado alguns recursos digitais e cinematográficos, como panorâmicas, wide angles e close-ups, que imprimem certa agilidade visual apreciada pelos espectadores desta geração.

O cineasta também optou por apresentar uma versão do detetive Poirot diferente daqueles vistos anteriormente no audiovisual. "Queria mostrar que meu Poirot tem o potencial de ser abalado. O dom da compreensão pode deixar a vida insuportável e meu detetive descobre que existe uma grande área cinza entre o certo e o errado. Tentei encontrar esse equilíbrio mais humano", disse ao jornal Folha de S. Paulo.

Divulgação

Ficção com pé na realidade

Sucesso de vendas em todo o mundo, Assassinato no Expresso do Oriente é um livro de ficção inspirado em um caso real. Atenção, o texto contém spoilers a partir daqui.

No decorrer da trama, Poirot deduz que o executivo morto no Expresso do Oriente trata-se na verdade de um mafioso chamado Cassetti. Responsável pelo sequestro e morte de uma herdeira de 3 anos, Cassetti recebeu 200 mil dólares como resgaste antes que o corpo da criança fosse descoberto.

Christie baseou o enredo de seu livro numa tragédia que ocorreu em 1º de março de 1932, em Nova Jersey, nos EUA. Na ocasião, Charles Jr., filho de 1 ano e 8 meses do famoso aviador Charles Lindbergh desapareceu de seu berço. Na janela do quarto da criança estava uma nota de resgate que exigia o valor de 50 mil dólares. O corpo da criança foi encontrado a cerca de seis quilômetro casa de Lindbergh.

Divulgação

Sucesso de bilheteria

O desafio de apresentar um dos maiores clássicos do suspense para as novas gerações parece que está sendo concluído com sucesso. Assassinato no Expresso do Oriente está prestes a bater a marca de US$ 200 milhões de bilheteria em todo o mundo. O filme custou US$ 55 milhões.

O resultado dessa conta? Sucesso inegável.

De acordo com a Folha de S. Paulo, uma franquia da obra de Agatha Christie no cinema está prestes a nascer. A Fox, estúdio responsável pelo longa, confirmou Morte no Nilo como a sequência. A produção deve ter Branagh novamente tanto na direção quanto na atuação.

Assista ao trailer de Assassinato no Expresso do Oriente ​​​​​​:

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres