ENTRETENIMENTO
29/11/2017 18:37 -02 | Atualizado 29/11/2017 19:03 -02

Esta é a 1ª vez em 18 anos que negros dominam a disputa da principal categoria do Grammy

Childish Gambino, Kendrick Lamar, Bruno Mars, Jay-Z ou Lorde?

O indicados ao Grammy 2018 foram anunciados nesta terça-feira (28). Esta é a primeira vez em 18 anos que não há um homem branco na lista de artistas que disputam o troféu de Álbum do Ano, principal categoria da premiação que chegará à 60ª edição.

Esse cenário foi visto pela última vez em 1999, quando Lauryn Hill, Sheryl Crow, Garbage, Madonna e Shania Twain disputaram a categoria. Lauryn foi quem ganhou o grande troféu com seu The Miseducation of Lauryn Hill.

Kevork Djansezian / Reuters

Os indicados deste ano são Childish Gambino (Redbone), Jay-Z (The Story of O.J.), Kendrick Lamar (HUMBLE.), Bruno Mars (24K Magic) e Lorde (Melodrama).

Além disso, quatro das cinco faixas que concorrem na categoria Gravação do Ano são de artistas negros: HUMBLE. (Kendrick Lamar), Redbone (Donald Glover), 24K Magic (Bruno Mars), The Story of O.J. (Jay-Z).

Getty Images

O predomínio de artistas negros na disputa do Grammy 2018 merece atenção.

Há anos, a maior premiação da indústria da música recebe críticas por conta da falta de diversidade entre os artistas finalistas. Caso semelhante ao Oscar, principal prêmio da indústria cinematográfica.

Christopher Polk via Getty Images

No ano passado, Beyoncé e seu potente Lemonade foi praticamente esnobado na premiação, levando as criticas sobre a postura do Grammy a outro nível.

Na ocasião, quem recebeu prêmio de Álbum do Ano foi Adele. Ao pegar o troféu, a cantora britânica fez questão de dedicar o prêmio à colega.

"Eu não consigo aceitar este prêmio. O álbum Lemonade é tão monumental e bem pensado e lindo... Nós respeitamos ele. Todos nós, artistas, adoramos você. Você é a nossa luz", disse Adele.

Getty Images

Não se sabe se os responsáveis pela nomeação dos finalistas consideraram a repercussão do caso de Beyoncé para a nomeação dos finalistas da edição 2018 do prêmio.

No entanto, não há como negar que os debate sobre falta de diversidade em grandes premiações tem movimentado de forma inédita as tradicionais estruturas da indústria de entretenimento.

Dave Simpson via Getty Images

Veja quem está na disputa das principais categorias do Grammy 2018:

Gravação do ano

"Redbone" — Childish Gambino

"Despacito (Remix)" — Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber

"The Story of O.J." — JAY-Z

"HUMBLE." — Kendrick Lamar

"24K Magic" — Bruno Mars

Álbum do ano

"Awaken, My Love!" — Childish Gambino

"4:44" — JAY-Z

"DAMN." — Kendrick Lamar

"Melodrama" — Lorde

"24K Magic" — Bruno Mars

Música do ano

"Despacito (Remix)" — Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber

"4:44" — JAY-Z

"Issues" — Julia Michaels

"1-800-273-8255" — Logic feat. Alessia Cara & Khalid

"That's What I Like" — Bruno Mars

Melhor novo artista

Alessia Cara

Khalid

Lil Uzi Vert

Julia Michaels

SZA

Melhor performance de pop

"Love So Soft", Kelly Clarkson

"Praying", Kesha

"Million Reasons", Lady Gaga

"What About Us", P!nk

"Shape Of You", Ed Sheeran

Melhor performance de duo ou grupo

"Something Just Like This", The Chainsmokers & Coldplay

"Despacito", Luis Fonsi & Daddy Yankee Featuring Justin Bieber

"Thunder", Imagine Dragons

"Feel It Still", Portugal. The Man

"Stay", Zedd & Alessia Cara

Melhor álbum de pop tradicional

"Nobody But Me" (Deluxe Version), Michael Bublé

"Triplicate", Bob Dylan

"In Full Swing", Seth MacFarlane

"Wonderland", Sarah McLachlan

"Tony Bennett Celebrates 90"

Melhor álbum de pop com vocal

"Kaleidoscope EP", Coldplay

"Lust For Life", Lana Del Rey

"Evolve", Imagine Dragons

"Rainbow", Kesha

"Joanne", Lady Gaga

"Divide", Ed Sheeran

Melhor música rock

"Atlas, Rise!", Metallica

"Blood In The Cut", K.Flay

"Go To War", Nothing More

"Run", Foo Fighters

"The Stage", Avenged Sevenfold

A lista complta com as 84 categorias da premiação está disponível aqui.

O que estudantes negros da UnB já ouviram?