MULHERES

A lição de vida de uma mulher trans que traz esperança a outras que estão fazendo a transição

“Levante-se, se destaque, seja ousada, tenha orgulho. O mais importante: seja você mesma.”

29/11/2017 11:05 -02 | Atualizado 29/11/2017 11:09 -02

A transição de gênero pode ser uma fase extremamente difícil na vida, em que a pessoa que o faz se sente muito isolada. Não apenas há incerteza e receio, como a transfobia gritante da mídia (e de todos em volta), e o fato de que há poucas pessoas –ou nenhuma—com quem conversar.

Um grupo de mulheres trans cedeu suas vozes a uma causa muito importante, falando diretamente a outras que estão passando pela transição, para que não precisem trilhar esse caminho sozinhas.

No novo episódio da série New Activist de hoje – transmitido no Dia da Memória Trans, que homenageia a memória das pessoas que perderam a vida na violência contra transgêneros --, mulheres trans conhecidas leram textos de um livro recém-lançado, To My Trans Sisters, que contém cartas de cem mulheres transgênero que oferecem conselhos a meninas no inicio da transição (assista ao vídeo acima).

Charlie Craggs, editor do livro e estrela da série "New Activist", do HuffPost Reino Unido, explica:

"O livro traz 'coisas que a gente queria ter sabido'. Tem cartas de uma multidão de mulheres trans inspiradoras, de políticas inovadoras a artistas famosas, de cientistas pioneiras a autoras de best-sellers, além de algumas ícones trans do humor; mulheres que literalmente transformaram o mundo. Costumo descrever o livro como uma enciclopédia de excelência trans."

Charlie Craggs

Veja a tradução de alguns de nossos trechos favoritos da leitura:

Charlie diz: "Num primeiro momento, achei que dicas práticas sobre a transição seriam o que eu poderia oferecer de mais útil a vocês. Tipo conselhos sobre como se mostrar e se fazer passar por mulher. Conselhos sobre beleza, dicas de maquiagem, como cobrir a 'cara suja' da tarde, quando a sombra da barba começa a aparecer. O lado físico da transição. Mas então percebi que, por mais que essas dicas sejam úteis, é nessas coisas que nos atolamos sempre, e toda nossa transição e nossa vida começam a girar em torno delas. O que importa realmente é o que está por trás das roupas, por trás da maquiagem, por trás da 'cara suja'."

A Dra. Kate Stone, CEO da Novalia, diz: "Queria irmã, não se perca na transição. A finalidade da transição é sair do outro lado. Para muitas de nós, a própria transição pode acabar virando o foco de nossa atenção."

Rhyannon Styles, autora e redatora da Elle, recomenda paciência a quem está fazendo a transição: "Acredite em mim, uma transição não acontece da noite para o dia. Não dá para acender um interruptor e querer que de repente você tenha se transformado na pessoa que sempre sonhou ser. Não acontece assim, infelizmente.

"É um processo de amor próprio, de cuidar de si mesmo e de autoaceitação. Não é isso, irmã? Levante-se, se destaque, seja ousada, tenha orgulho. O mais importante: seja você mesma."

A ativista política britânica Christine Burns MBE diz: "Que conselho posso oferecer? A primeira coisa que posso dizer é que as pessoas às vezes nos surpreendem. As pessoas que você prevê que serão as que mais provavelmente vão rejeitá-la podem acabar virando aliadas inesperadas. Eu, por exemplo, pensei que meus pais poderiam me rejeitar. Mas eles acabaram virando meus aliados mais leais, os líderes da minha torcida. A gente se aproximou muito mais. Eu estava tão, tão enganada sobre eles."

Casal transexual mostra fotos da vida a dois