MUNDO

Como Príncipe Harry e Meghan Markle já estão revolucionando o 'protocolo' da Família Real

Eu vi um casal abraçado em público, produção? 😁

27/11/2017 22:56 -02 | Atualizado 27/11/2017 23:26 -02

A primeira aparição pública do príncipe Harry e sua noiva, Meghan Markle, desde o anúncio do noivado, surpreendeu pelas manifestações de afeto. Soltando risadinhas e aparentemente dominados por uma timidez repentina, Harry e a atriz norte-americana apareceram rapidamente para as câmeras, de mãos dadas no jardim do Palácio de Kensington.

Eles responderam a algumas perguntas dos jornalistas que estavam presentes, mas, tirando o fato de Markle ter encostado bem juntinho a seu príncipe e ter dito que foi "muito romântico", fizeram silêncio sobre os detalhes do pedido de casamento.

Rex Features
So in love: Prince and Harry and Meghan Markle on the day their engagement was announced 
Rex Features
Touchy feely: The couple seemed to pay little mind to royal protocol 

Em contraste com eles, a primeira aparição pública do príncipe William e Kate Middleton após o anúncio do noivado deles foi uma ocasião nitidamente comportada.

Em 2010, o casal foi filmado entrando num salão nobre do Palácio St. James, em meio a uma tempestade de flashes.

Kate Middleton ficou de braços dados com seu noivo, exibindo sua aliança de noivado. O anel em questão – uma safira azul cercada por diamantes – tinha sido de sua mãe, a princesa Diana, e William disse aos repórteres: "Foi minha maneira de garantir que minha mãe não deixasse de estar presente hoje".

EMPICS Entertainment
Formal: Prince William and Kate Middleton at a photocall for their engagement in 2010
Rex Features
Close: Prince Harry and Meghan at the Invictus Games in September in Toronto 

Desde então o duque e a duquesa de Cambridge têm se comportado de modo nitidamente conservador em matéria de demonstrações públicas de afeto. Raramente foram vistos em público de mãos dadas.

Mas Harry e Meghan já foram vistos de mãos dadas, cochichando juntos e até mesmo trocando beijos – especialmente na cerimônia de encerramento dos Jogos Invictus, em setembro --, se quem que os observadores da família real façam a ressalva que as fotos deles se beijando foram feitas com teleobjetiva e que Harry não estava "cumprindo deveres reais" naquele momento.

Os pais de Harry, o príncipe Charles e a falecida princesa Diana, tampouco eram dados a manifestar seus afetos publicamente. Na entrevista desajeitada em que anunciaram seu noivado, em 1981, perguntados se estavam apaixonados, Diana respondeu imediatamente "é claro!", enquanto o filho mais velho da rainha resmungou: "Sejá lá o que for que significa 'apaixonados'".

Embora não existam regras oficiais sobre demonstrações públicas de intimidade (de fato, o Palácio de Buckingham já negou no passado ter instruído pessoas a não tocarem na rainha), especialistas em etiqueta dizem que um forte senso de decoro é algo profundamente entranhado na família real.

Quando estão trabalhando como representantes da monarquia, os membros da família real tendem a agir com profissionalismo e discrição, já que tecnicamente estão "a serviço".

A própria rainha é conhecida por evitar o contato físico. Houve um furor em 1992 quando o então primeiro-ministro australiano, Paul Keating, colocou o braço na cintura da rainha durante uma visita oficial. Ele foi criticado fortemente pela gafe, que lhe valeu o apelido de "Lizard of Oz" (lagartixa de Oz).

Rex Features
Faux pas: Paul Keating was roundly pilloried for putting his arm around the Queen during an official visit 
Rex Features
Cosy: The Queen famously embraced then First Lady Michelle Obama 

Houve expressões semelhantes de consternação quando o ex-primeiro-ministro Tony Blair agarrou a mão da rainha na abertura do Domo do Milênio, ao som da canção "Auld Lang Syne" (música tradicional cantada no fim do ano e que fala da importância da amizade, lealdade, companheirismo).

Nos últimos anos, porém, o protocolo real vem dando alguns sinais de estar ficando mais flexível. Em 2009, num momento que ficaria famoso, a rainha Elizabeth abraçou a primeira-dama Michelle Obama numa recepção do G20, e no ano passado Harry e Michelle Obama trocaram um abraço caloroso nos Jovos Invictus em Orlando.

Este ano, o príncipe Charles e Camilla também mostraram que a família real está se descontraindo, trocando um raro beijo em público quando foram formalmente recebidos em Cingapura.

Rex Features
Give us a kiss: Prince Charles and Camilla pictured in Singapore in October 

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost UK e traduzido do inglês.

Família Real quebrando protocolo