NOTÍCIAS

Cresce o percentual de brasileiros que se declaram pardos e pretos

Segundo a Pnad, a população do Brasil foi estimada em 205,5 milhões de pessoas.

24/11/2017 13:11 -02 | Atualizado 24/11/2017 13:28 -02
Pilar Olivares / Reuters
Em 2012, o grupo de pardos representava 45,3% da população e o de brancos 46,6%. 

O Brasil deixou de ser um País no qual as pessoas que se autodeclaram brancas são maioria. Pardos e pretos já eram maioria da população, mas pela primeira vez, um grupo isolado - o de pardos - ultrapassou o de brancos.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua, divulgada nesta sexta-feira (24) indicam que a população parda superou grupo de brancos, com índice de 46,7% diante 44,6%.

Os percentuais são referentes a 2016. Em 2012, o grupo de pardos representava 45,3% da população e o de brancos 46,6%.

A população que se autodeclara preta também cresceu. São 16,8 milhões e representam 8,2% da população. Em 2012, eram 7,4%.

Maria Lúcia Vieira, gerente da pesquisa, explica que há um aumento das pessoas que passaram a se reconhecer como preta. "Quando estamos falando de pessoas miscigenadas, elas vão se declarar de acordo com aquilo que elas se identificam mais", diz.

De acordo com a Pnad, a população residente no Brasil foi estimada em 205,5 milhões de pessoas. De 2012 para 2016, a população do País, que era de 198,7 milhões, cresceu 3,4%.

5 novos livros para pensar sobre as condições do negro no Brasil