MULHERES

Jennifer Lawrence sobre vazamento de nudes: 'Senti que tinha sido estuprada pelo mundo todo'

Para a atriz, uma 'batalha judicial' contra os hackers não traria 'paz'.

21/11/2017 12:07 -02 | Atualizado 23/11/2017 12:17 -02
Fred Thornhill / Reuters
Jennifer Lawrence fala sobre vazamento de nudes.

Hollywood pode ser especialmente cruel com as mulheres, e Jennifer Lawrence sabe disso. Ela, que já enfrentou diversas situações do machismo em início de carreira, teve a sua privacidade violada em um ataque hacker ao sistema da Apple e se viu no centro das atenções após o vazamento de suas fotos íntimas.

Três anos depois do ocorrido, a protagonista de Mãe! falou sobre o trauma em entrevista ao The Hollywood Reporter.

"Quando a coisa de hackear aconteceu, foi tão incrivelmente violenta que nem sequer pode ser colocada em palavras", desabafou a atriz. "Eu acho que ainda estou processando."

Ao lembrar do dia fatídico, Lawrence compartilhou que sentiu como se estivesse sendo estuprada pelo mundo inteiro, tamanha a exposição do seu corpo e da sua intimidade.

"Eu senti como se eu tivesse sido estuprada pela porr* do planeta todo. Não tinha uma pessoa no mundo que não era capaz de ver essas fotos minhas. Eu poderia estar em um churrasco e alguém poderia colocar as fotos no seu celular."

Apesar do escândalo, ela decidiu que não queria entrar com um processo da Justiça contra a empresa de tecnologia.

Ainda assim, após investigações, uma das pessoas envolvidas com o ataque hacker foi condenada a 18 meses de prisão. Para Lawrence, porém, a batalha judicial não foi suficiente para ela ou para qualquer outra vítima.

"Muitas mulheres foram afetadas, e muitas delas vieram até mim me pedindo para processar a Apple ou processar outras pessoas - e nada disso realmente me traria paz, nada disso iria trazer meu corpo nu de volta para mim. Não devolveria minha intimidade", argumentou.

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres