ENTRETENIMENTO

O símbolo de resistência negra que virou emoji em ação da ONU no Twitter

Organização quer incentivar conversas sobre questões raciais na rede social.

06/11/2017 17:16 -02 | Atualizado 08/11/2017 11:30 -02

A ONU acaba de lançar um emoji especial no Twitter para celebrar o mês da Consciência Negra.

Quem tweetar as hashtags #ConsciênciaNegra e #VidasNegras até o dia 30 de novembro verá a imagem de punho cerrado erguido no ar, símbolo de enfrentamento e resistência. A ideia é incentivar conversas sobre questões de raça na rede social.

Reprodução/Twitter

A ação é uma atividade que integra a campanha Vidas Negras, que será lançada pela ONU nesta terça-feira (7), em Brasília, com transmissão ao vivo no Facebook.

Divulgação

A campanha propõe o fim da violência contra jovens negros e quer sensibilizar sociedade, gestores públicos, sistema de Justiça, setor privado e movimentos sociais a respeito da importância de políticas de prevenção e enfrentamento da discriminação racial.

No Brasil, um homem negro tem até 12 vezes mais chance de ser vítima de homicídio que um não negro, segundo o Mapa da Violência. Na faixa etária de 15 a 29 anos, são cinco pessoas mortas a cada duas horas. De 2005 a 2015, enquanto a taxa de homicídios por 100 mil habitantes teve queda de 12% entre os não negros, para os negros houve aumento de 18%.

A organização intergovernamental acredita que o racismo é uma das principais causas da situação de violência a que a população negra está submetida.

A campanha Vidas Negras, por sua vez, integra a agenda da Década Internacional de Afrodescendentes, que reúne ações com o intuito garantir o cumprimento dos direitos humanos e liberdades fundamentais das pessoas afrodescendentes.

De acordo com a organização, essa agenda pretende também promover maior conhecimento e respeito por sua contribuição histórica, além de reforçar leis e políticas nacionais, regionais e internacionais contra a discriminação racial.

"O Brasil é um dos 193 países comprometidos com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Um dos principais compromissos dessa nova agenda é não deixar ninguém para trás em relação às metas de desenvolvimento sustentável, incluindo jovens negros. Com a campanha Vidas Negras, a ONU convida brasileiras e brasileiros a se engajarem e promoverem ações que garantam o futuro de jovens negros", diz o coordenador residente da ONU, Niky Fabiancic.

E se os negros fossem maioria em Hollywood?