NOTÍCIAS

Governo espanhol destitui Parlamento catalão e convoca novas eleições para 21 de dezembro

As medidas extremas são a resposta do governo espanhol à declaração de independência da Catalunha.

27/10/2017 16:58 -02 | Atualizado 27/10/2017 17:26 -02
JAVIER SORIANO via Getty Images
O primeiro-ministro Mariano Rajoy anunciou as medidas estabelecidas pelo Conselho de Ministros diante da declaração de independência da Catalunha.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, destituiu o líder catalão, Carles Puigdemont, dissolveu o Parlamento catalão e convocou novas eleições regionais para 21 de dezembro.

Rajoy foi ao Palácio da Moncloa para anunciar as medidas estabelecidas pelo Conselho extraordinário de Ministros nos termos do artigo 155, depois que o Senado aprovou sua autorização por maioria absoluta.

Este artigo permite que o Governo Central espanhol use medidas extremas para obrigar uma comunidade autônoma (equivalente aos estados no Brasil) a cumprir suas obrigações com o País.

Desta forma, o Executivo responde à aprovação da declaração de independência e abertura de processo constituinte, aprovada pelo Parlamento catalão nesta sexta (27).

*Este texto foi originalmente publicado no El HuffPost e traduzido do espanhol.

Catalunha