ENTRETENIMENTO

O dia em que Madonna ignorou a violência do Rio de Janeiro e visitou o Morro da Providência

Quando a realidade é mais violenta que uma foto.

26/10/2017 15:01 -02 | Atualizado 26/10/2017 15:16 -02

Madonna está no Brasil. Acompanhada de dois seguranças, suas filhas e amigos, a rainha do pop visitou a Casa Amarela, nesta quarta-feira (25), localizada na Providência, na Favela do Santo Cristo, no Rio de Janeiro. Em suas redes sociais, ela publicou uma série de fotos do passeio. Em uma delas, publicada no perfil da Unidade de Polícia Facificadora do local, a artista aparece "fardada" ao lado de policiais:

Mais tarde, a imagem foi replicada pela cantora em seu Instagram e Facebook. Na legenda, ela escreveu: "Tentando um ingresso para chegar até a Lua!".

A "Lua" citada por Madonna é uma instalação artística do artista JR. A obra é uma "meia lua" suspensa em um andaime e está no espaço cultural Casa Amarela. Junto com amigos, a pop star subiu até o topo da instalação e registrou o momento:

Segundo o G1, a visita da cantora foi de surpresa e, a princípio, não foi acompanhada por PMs da unidade de segurança do local.

Assim que a imagem foi replicada no perfil de Madonna, foi alvo de críticas e elogios. Alguns fãs brasileiros chamaram Madonna de "insensível" e disse que ela cometeu um "erro terrível" ao posar com policiais em trajes camuflados em um momento no qual o Rio passa por grave crise de Segurança Pública.

Um dos comentários na publicação da cantora ainda pediu para ela "não fazer piada com uma triste realidade":

Outros apoiaram e defenderam não só Madonna, mas o trabalho dos policiais:

Outros ainda elogiaram a "coragem" da artista:

E pediram para que Madonna tome cuidado:

Ainda, muitos fãs mencionaram a morte da turista espanhola na Rocinha para criticar o timing da visita e da foto da rainha do pop. Segundo o F5, a rainha do pop chegou à favela poucas horas depois de um enfrentamento armado na comunidade.

Dois dias antes da visita da popstar, María Esperanza Jiménez, de 67 anos foi morta a tiros por policiais na Rocinha, zona sul do Rio de Janeiro, após um passeio na comunidade. Ela estava em um carro que teria furado um bloqueio feito pela Polícia Militar no Largo do Boiadeiro.

Neste ano, ao menos cinco assassinatos de estrangeiros visitando o Rio chamaram atenção do noticiário nacional e internacional. Um turista argentino foi morto após sair de uma casa de festas na zona sul em março. No mês de julho, um polonês foi esfaqueado no percurso da trilha que leva ao Cristo Redentor. Em agosto, uma inglesa foi morta a tiros por traficantes durante a sua estadia em Angra dos Reis. Já outro italiano foi alvo de violência após entrar acidentalmente no Morro dos Prazeres, uma favela em Santa Teresa, e perdeu a vida.

Uma visita inesperada

A cantora desembarcou no Rio na última segunda-feira (22), para o casamento de seu empresário, Guy Oseary, com a modelo brasileira Michelle Alves. Desde então, Madonna já reverenciou Caetano Veloso, tomou caipirinhas e visitou o Morro da Providência.

Ao lado de outros convidados famosos, como os membros das bandas de rock U2 e Red Hot Chili Peppers e atores de Hollywood como Ashton Kutcher, Demi Moore e Dakota Johnson, a modelo e o produtor artístico Guy Oseary, se casaram aos pés da estátua do Cristo Redentor. Nesta quinta-feira (26), Guy publicou um registro do momento em seu Instagram:

Fotos raras de Madonna