NOTÍCIAS

'Não é foto de look, é coisa séria': Celebridades se mobilizam pelo incêndio na Chapada dos Veadeiros

Já são mais de 64 mil hectares de vegetação perdidos, cerca de 26% do total da área do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros.

25/10/2017 16:57 -02 | Atualizado 25/10/2017 16:57 -02
Reprodução/Instagram
Celebridades se mobilizam em defesa da Chapada dos Veadeiros.

Já são mais de 64 mil hectares de vegetação perdidos, cerca de 26% do total da área do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, na região de Alto do Paraíso Goiás (GO), devido a um incêndio provocado por ação humana que começou no dia 17 de outubro.

Na tentativa de reduzir os danos em um dos principais símbolos da fauna e da flora do Cerrado, uma corrente de solidariedade liderada por artistas foi criada. Celebridades como Cauã Reymond, Arnaldo Antunes, Isabeli Fontana e Astrid Fontenelle, além da população em geral, endossam a campanha SOS Chapada dos Veadeiros com postagens nas redes.

Nas imagens e textos publicados, eles chamam atenção para o financiamento coletivo organizado via o site Catarse, que coleta doações para manter as operações dos brigadistas e de controle do fogo.

Em seu Instagram, Astrid Fontenelle chamou atenção para a importância da campanha. Ela pediu que os seus seguidores levassem à sério as doações.

"Quando posto look do dia tenho milhares de curtidas. Quando falo de coisas sérias, que precisam da nossa mobilização as curtidas minguam. Mas ok. Se os poucos que estão preocupados com o cerrado brasileiro puderem ajudar com um pouco de dinheiro, valerá a pena", escreveu a apresentadora do GNT.

De acordo com a descrição da página do financiamento coletivo, a meta inicial no valor de R$ 192.500,00 já foi alcançada graças a doação de mais de três mil pessoas. O valor será revertido no combate aos focos de incêndio, bem como na preservação e reconstrução da área devastada do parque.

Veja alguns dos comentários das celebridades:

#repost @chapadadosveadeiros . . . 🔥S.O.S. CHAPADA DOS VEADEIROS 🔥 😢 Os incêndios continuam a castigar o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. As chamas já consumiram mais de 40 mil hectares do parque. De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela área de preservação, brigadistas e bombeiros lutam contra um incêndio criminoso. Ao todo, mais de 200 pessoas estão envolvidas na operação de combate às chamas. Brigadistas do ICMBio e do Ibama, bombeiros do estado do Goiás e do DF e voluntários de municípios próximos ao parque lutam para extinguir o fogo. Que a chuva venha logo para controlar esta tragédia. A REDE CONTRA FOGO NECESSITA DE DOAÇÕES COM URGÊNCIA AJUDE a combater os incêndios na Chapada dos Veadeiros! Financiamento Coletivo: www.catarse.me/redecontrafogoveadeiros ⠀ #soschapadadosveadeiros #redecontrafogo #salveocerrado #natureza

A post shared by Cauã Reymond (@cauareymond) on

A CHAPADA DOS VEADEIROS PEDE SOCORRO! PRECISAMOS DA SUA AJUDA, PARTICIPE DO NOSSO FINACIAMENTO COLETIVO! ⠀ Cerca de mais de 35 mil hectares do Parque Nacional foram devastados pelo fogo (incêndio criminoso), sem contar tantas outras áreas que não foram contabilizadas ainda. A previsão é que teremos ainda mais 10 dias de combate antes da chuva chegar. Os esforços que estão sendo empreendidos até o momento não são suficientes para conter as dimensões e a rapidez dessa destruição. Precisamos unir esforços para vencer a burocracia e a lentidão das instituições responsáveis. Por isso, precisamos da SUA AJUDA! Estamos lutando contra o tempo para salvar o que ainda resta da savana mais rica do mundo! ⠀ Precisamos arrecadar R$ 170.000 para esse momento emergencial! Esse dinheiro será revertido em equipamentos específicos de alto custo para o combate ao fogo, alimentação e custos operacionais. A cada 03 dias disponibilizaremos um relatório com a transparência financeira. ⠀ PARA DOAR, acesse: catarse.me/redecontrafogoveadeiros ⠀ #soschapadadosveadeiros #redecontrafogo #salveocerrado #veadeirospedesocorro

A post shared by Reynaldo Gianecchini (@reynaldogianecchini) on

S.O.S. CHAPADA DOS VEADEIROS Eles precisam muito de doações com URGÊNCIA. As operações e missões de combate aos incêndios, dentro e fora do PNCV, ainda devem durar 10 dias. As doações são para alimentar os brigadistas, combustível para as operações (longas distâncias), para os caminhões pipa (que abastecem os aviões) e para o Turbo Sobro, instrumento imprescíndivel para o combate em campo. PARA DOAÇÕES DE ALIMENTOS: SUPERMERCADO CANAÃ: Banco do Brasil Ag: 4546-2 C/c: 8263-5 CNPJ: 09471052 0001-10 AR Espaço Alves CIA LTDA SUPERMERCADO PAULISTA: Banco do Brasil Ag: 4546-2 C/c 7427-6 CNPJ: 37241460 0001-11 COMBUSTÍVEL E CASH $$ Tereza Gonçalvez Sezarino Podem ser feitos depósitos na conta do voluntariado ou para quem estiver na Chapada, deixar crédito diretamente no posto VALE DA LUA. Banco do Brasil Ag: 4546-2 C/c 9950-3 CPF: 087.615.807-67 Giselle Amorim Cavati Pedimos a gentileza de identificarem os depósito com palavras chave. EX: REDE CONTRA FOGO OU INCÊNDIO •Favor enviar comprovantes para: redecontrafogoveadeiros@gmail.com VAMOS SALVAR O BERÇO DAS ÁGUAS A MÃE NATUREZA, TODA FAUNA E FLORA AGRADECEM #salveocerrado #soscerrado #incêndiocerrado #preserveocerrado #redecontrafogo #cerradopedesocorro #prayforchapada #chapadadosveadeiros

A post shared by Mateus Solano (@mateusolanooficial) on

O fogo continua destruindo a CHAPADA DOS VEADEIROS Os animais precisam muito da nossa força!!! 🐒🦊🐎🦌🐆🐺🦍🐕🐇🦅 [ATENÇÃO BRASÍLIA] S.O.S Chapada dos Veadeiros ! A sociedade civil convoca a população de Brasília a ajudar os animais silvestres que estão tentando sobreviver às queimadas dos últimos dias na Chapada dos Veadeiros. Solicitamos a doação dos seguintes materiais : -soro fisiológico e ringer -Pomadas com antibiótico e analgésicos -Diazepan -Quetamina -Cateter 24 e 22 -Equipo de soro -Gaze, muita gaze -Seringas e agulhas -Agulhas 25x7, 40x13 e 20x40 - Lençóis para cobrir as gaiolas e transportar animais -gaiolas Você pode doar também : - Alimentos para voluntários - Equipamentos de combate a incêndio Local de entrega : Portaria do Zoológico de Brasília Horário: 8h às 17h Contatos : Fernanda 61 982717029 ou Ingrid 61 983666997 / 62 996795670

A post shared by Leticia Spiller (@arealspiller) on


www.catarse.me/redecontrafogoveadeiros O Cerrado é: - Formação das principais bacias hidrográficas da América do Sul (isso afeta o abastecimento de água de toda essa região) - Bioma com a MAIOR biodiversidade do Planeta - Patrimônio Natural da Humanidade (Unesco) Situação: - O Cerrado está em chamas já há 11 dias ocasionadas por um fogo criminoso. - Já foi queimada uma área de pelo menos de 35 MIL hectares que pertencem ao Parque Nacional, sem contar as áreas que ainda não foram contabilizadas de fora do parque. A dimensão é imensa. - Incêndio sem precedentes - Espécies da fauna e da flora estão gravemente ameaçadas com risco de danos irreversíveis Call to Action: Dada a magnitude do incêndio e do estado de calamidade pública foi formada uma rede de apoio e combate ao incêndio através da união da sociedade civil, entidades públicas e privadas, que estão realizando toda a frente operacional do combate. Porém, grande parte do trabalho ainda é VOLUNTÁRIO e eles precisam da nossa ajuda. Somente todos unidos poderemos salvar essa área de proteção ambiental. Precisamos de R$170.000 Esse dinheiro será revertido em equipamentos, alimentação e custos operacionais necessários para os combates contra o fogo durante os próximos dias. https://www.catarse.me/redecontrafogoveadeiros #sosveadeiros

A post shared by Jesus Luz (@jesusluz) on

"ATENÇÃO 🔥 O BRASIL E O MUNDO TEM QUE SABER 🔥 O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros finalmente foi expandido neste ano de 2017. Nós moradores do Cerrado comemoramos esta vitória da Natureza, mas estamos no meio do estado de Goiás onde existem muitos membros da bancada ruralista e proprietários de terras que foram afetados com essa expansão. O bioma Cerrado sim queima, mas de forma natural vinda dos raios, agora o que está acontecendo são INCÊNDIOS CRIMINOSOS !!! O grande incêndio que já queimou mais de 31mil Ha nos últimos 4 dias, foi constatado como criminoso ! O infeliz entrou no parque, andou até o aceiro(medida preventiva contra queimadas) e ateou fogo. Desta atitude de retaliação, nosso bioma que é o mais rico do mundo, está sendo destruído. Nós aqui não entendemos o "porquê " das autoridades não terem decretado estado de calamidade... Certamente por interesses políticos e muito dinheiro dos ruralistas envolvidos... Esses ruralistas extraem águas em pivôs centrais sem consciência ou respeito às leis ambientais e desta forma vão destruindo e secando cada vez mais o Cerrado. SE O CERRADO SECAR O BRASIL SECA !!! A REDE CONTRA FOGO, junto a comunidade de Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante(onde está o território Kilombola) estamos mobilizados para arrecadar doações de todos os tipos, como alimentos, combustível e materiais de combate para suprir as necessidades básicas dos brigadistas do ICMBio e IBAMA. Voluntários estão entrando em combate durante todos os dias e noites para tentar salvar nossa Natureza. Todo o comércio local foi prejudicado pelo fechamento do parque. Lojas, pousadas e restaurantes que vivem do turismo, tiveram grandes prejuízos. Nós estamos sendo intoxicados pela fumaça, nossas crianças choram de dor nos olhos e estão com muita tosse. Famílias perdendo suas casas e terras... A água da cidade já está racionada, pois precisamos encher os caminhões pipa para os aviões que voam dia e noite tentando conter as queimadas. Animais estão fugindo dos incêndios. Ninhos perdidos, espécies da fauna e flora entrando em extinção. Nascentes morrendo! #redecontrafogo #salveocerrado CONTINUA NOS COMENTÁRIOS...

A post shared by Agatha Moreira (@agathaamoreiraa) on

🍃🍃 Lets save our Nature 🌳🌳🌳 #Chapadadosveadeiros needs your help it's on fire 🔥 ATENÇÃO 🔥 O BRASIL E O MUNDO TEM QUE SABER 🔥 O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros finalmente foi expandido neste ano de 2017. Nós moradores do Cerrado comemoramos esta vitória da Natureza, mas estamos no meio do estado de Goiás onde existem muitos membros da bancada ruralista e proprietários de terras que foram afetados com essa expansão. O bioma Cerrado sim queima, mas de forma natural vinda dos raios, agora o que está acontecendo são INCÊNDIOS CRIMINOSOS! O grande incêndio que já queimou mais de 35milHa nos últimos dias, foi constatado como criminoso! O infeliz entrou no parque, andou até o aceiro(medida preventiva contra queimadas) e ateou fogo. Desta atitude de retalhação, nosso bioma que é o mais rico do mundo, está sendo destruído. Nós aqui não entendemos o "porquê" das autoridades não terem decretado estado de calamidade... Certamente por interesses políticos e muito dinheiro dos ruralistas envolvidos... Esses ruralistas extraem águas em pivôs centrais sem consciência ou respeito às leis ambientais e desta forma vão destruindo e secando cada vez mais o Cerrado. SE O CERRADO SECAR O BRASIL SECA! Todo o comércio local foi prejudicado pelo fechamento do parque. Lojas, pousadas e restaurantes que vivem do turismo, tiveram grandes prejuízos. Nós estamos sendo intoxicados pela fumaça, nossas crianças choram de dor nos olhos e estão com muita tosse. Famílias perdendo suas casas e terras... A água da cidade já está racionada, pois precisamos encher os caminhões pipa para os aviões que voam dia e noite tentando conter as queimadas. Animais estão fugindo dos incêndios. Ninhos perdidos, espécies da fauna e flora entrando em extinção. Nascentes morrendo! 🔥S.O.S. CHAPADA DOS VEADEIROS 🔥 *COMO AJUDAR/DOAR* 🙌🏽 ALIMENTOS 🙌🏽 Nos supermercados podem ser feitos depósitos ou para quem estiver em Alto Paraíso, podem deixar crédito nos caixas. SUPERMERCADO CANAÃ: B Brasil Ag 4546-2 Cc 8263-5 CNPJ 09471052 0001-10 AR Espaço Alves CIA LTADA SUPERMERCADO PAULISTA: B Brasil Ag 4546-2 Cc 7427-6 CNPJ 37241460 0001-11 Tereza Gonçalvez Sezarino 🙌🏽 COMBUSTÍVEL E CASH 🙌🏽 P

A post shared by Isabeli Fontana ♋️♑️🌙♈️☯️☮️🕉 (@isabelifontana) on

População se une em defesa do Parque

O cerrado é considerado o "berço" das águas do País. Apesar da sua importância para o equilíbrio do meio ambiente, a região é a que mais sofre com a destruição: O índice é três vezes maior que o da Amazônia, segundo o Ministério do Meio Ambiente.

Por meio de grupos em aplicativos de mensagens, como o Whatsapp, a popualação local tem se organizado para ocupar os vácuos deixado pela demora do governo em decretar o estado de emergência dos incêndios, segundo informações do Yahoo Notícias.

"O que está acontecendo aqui é muito grave. O Cerrado exerce um papel fundamental na ecologia global. Esse é um problema de todos nós, cidadãos do mundo", ressalta Silvia Hennel, uma das criadoras da mobilização Rede contra o Fogo, em entrevistao ao Yahoo Notícias.

Na sede improvisada da campanha, que fica na casa de uma voluntária, homens e mulheres recebem doações, preparam lanches, organizam viagens de voluntários e brigadistas para combater o fogo e apuram informações sobre os focos de incêndio.

O incêndio

O fogo que começou no dia 12 conseguiu ser controlado após quatro dias. Porém, no dia 17 de outubro os focos de incêndio voltaram a causar danos na rodovia GO-118 e se alastraram rapidamente em áreas dentro e fora do parque, que possui uma área de mais de 240 mil hectares.

Na avaliação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), as suspeitas são de que o incêndio foi iniciado por fazendeiros da região, em represália à recente ampliação da área de conservação. O órgão tem a informação de que o incêndio começou às margens da GO-118, que liga Brasília ao Tocantins, em uma área chamada Pouso Alto.

A suspeita é que a pessoa que tenha colocado fogo no local conheça a dinâmica do vento e do fogo. Isto porque não existe combustão espontânea no cerrado. Os incêndios nessa época do ano são sempre de origem humana.

Nesse caso, a hipótese que foi levantada pela comunidade é de que o incêndio foi causado por fazendeiros da região em represália ao aumento da área do parque. Uma chuva na área ajudaria a controlar o fogo. A perspectiva, porém, é mínima.

Mais de 150 profissionais atuam na operação de controle dos incêndios, desde bombeiros até brigadistas do ICMBio e do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Com ajuda de aviões e helicópteros, as equipes de apoio despejam água na áreas afetadas.

Incêndios na Califórnia