NOTÍCIAS

Geraldo Alckmin lança site mirando a campanha à Presidência da República

Em material divulgado, o governador aposta em sua experiência e se coloca como um candidato do Brasil.

25/10/2017 11:13 -02 | Atualizado 25/10/2017 13:08 -02
Divulgação/Geraldo Alckmin
Alckmin propõe "corrente" para que o PSDB o escolha como candidato em 2018.

Em meio à crise ética do PSDB, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, lançou sua pré-campanha à Presidência da República em 2018. Em vídeo divulgado nesta quarta-feira (25), ele dá o recado: "o Brasil não é um país fácil, é preciso estar preparado para ser pré-candidato ao Planalto".

Este vídeo faz parte de uma série que foi lançada em seu novo site, posto no ar nesta semana. Nele, o governador afirma que é preciso passar por diversas etapas e acumular experiências para se chegar à presidência. Faz menção à sua longa trajetória na vida pública, começando como vereador em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, e chegando ao posto de governador do estado pela quarta vez.

"A natureza não dá saltos. Para ser piloto, você começa dirigindo um monomotor", destaca Alckmin. A citação é também uma alfinetada ao seu apadrinhado político, o prefeito João Doria, com quem trava uma batalha velada dentro do partido pela vaga na disputa.

Esta é a segunda indireta que o governador lança para o prefeito em menos de uma semana. Na quinta-feira passada (19), após a polêmica decisão de Doria de distribuir "ração humana" para pessoas carentes na capital paulista, a página do Governo de São Paulo enalteceu o programa Bom Prato, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, como referência em "refeição balanceada e de qualidade".

'O candidato do Brasil'

Alckmin busca descolar sua imagem de um político apenas de São Paulo para se projetar nacionalmente. Em um dos vídeos, ele fala da experiência para conter a seca histórica de 2014 em São Paulo como uma alternativa para lidar com o problema do Nordeste e se coloca como favorável à transposição do Rio São Francisco.

Mira também o Centro-oeste ao propor a diversificação da matriz de transportes no Brasil e a geração de empregos consequente.

O governador usa o logo e o layout do PSDB e mostra que possui o aval do partido, se não para a candidatura concreta, pelo menos para esse passo em direção a ela. E ele busca retribuir este aval. Em uma aba que pede colaboração financeira para o partido, vem o recado: "faça parte desta corrente pra que o PSDB escolha Geraldo candidato a presidente".

Quem são os presidenciáveis de 2018