ENTRETENIMENTO

A honestidade de Pink ao revelar que sexo nem sempre é rotina em seu casamento

"A gente passa por fases em que fica um ano sem transar.”

25/10/2017 16:04 -02 | Atualizado 25/10/2017 16:07 -02
Danny Moloshok / Reuters
Segundo Pink, há momentos em que ela está loucamente apaixonada por Hart e outros quando ela acha que não quer vê-lo nunca mais.

Parabéns a Pink por falar honestamente sobre a realidade da vida monogâmica.

A pop star falou das nuances de seu casamento de 11 anos com o piloto de motocross Carey Hart em entrevista ao Guardian, destacando que às vezes o sexo não faz parte do jogo.

Segundo Pink, há momentos em que ela está loucamente apaixonada por Hart e outros quando ela acha que não quer vê-lo nunca mais. Segundo o "Guardian":

"Há momentos em que olho para [Hart] e acho ele o cara mais gentil, lógico, constante... ele é como uma rocha de estabilidade. Ele é um homem bom. É um pai bom. É o tipo de pai que eu achava que ele seria, e mais. E então olho para ele e penso: 'Nunca gostei de você. Não gosto de nada em você. Não temos nada em comum. Não gosto de nenhuma das coisas que você gosta. Não quero vê-lo nunca mais.' E então, 15 dias mais tarde, penso 'as coisas estão indo tão bem, caras!'. Então a gente passa por fases em que está há um ano sem transar. Será que é a morte do sexo entre nós? É o fim para a gente? Será que eu sinto tesão por ele? Ele tem tesão por mim?" Ela respira fundo. "Monogamia dá trabalho! Mas você faz o trabalho e depois a relação fica boa outra vez."

PHILLIP FARAONE VIA GETTY IMAGES
Pink, Hart e Willow, a filha deles, juntos no VMA em agosto. O casal também tem um filho, Jameson, que nasceu em dezembro de 2016.

Alguns sites e revistas se apressaram a destacar a ideia de que Pink e Hart "não fazem sexo há um ano". Não sabemos se Pink estava falando em hipérboles quando descreveu as fases de esfriamento em seu relacionamento com o marido, mas esses períodos não são incomuns: a satisfação com o relacionamento parece diminuir quase duas vezes mais rapidamente entre casais com filhos, comparados aos que não têm filhos, segundo a revista Fortune. Muitas pessoas relatam que fazem menos sexo tanto nos meses seguintes ao nascimento de um filho quanto por mais tempo depois, a partir do momento em que se tornam pais. E, de modo geral, os casamentos sem sexo são mais comuns do que se poderia imaginar.

Como Pink destacou, é essencial se dedicar ao relacionamento para garantir que as necessidades de ambos os parceiros sejam satisfeitas. Na semana passada, Kristen Bell falou abertamente sobre seu casamento de anos com Dax Shephard. Ela disse que a terapia de casal foi crucial para conservar o relacionamento deles.

Existem outras maneiras de promover uma virada para melhor em um relacionamento em que o sexo está cada vez menos presente. Por exemplo, ser franco e sincero com seu parceiro (a) nas situações do dia a dia. E às vezes o simples fato de saber que nem todos os casamentos são perfeitos também ajuda.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

Descobertas sobre o casamento