ENTRETENIMENTO

É isto que acontece quando visitantes combinam perfeitamente com cada obra de arte

Ele incorpora as cores das roupas, os penteados, e inclusive encontra pessoas vestidas de forma similar às obras.

24/10/2017 17:51 -02 | Atualizado 24/10/2017 17:58 -02

STEFAN DRASCHAN

A maioria de nós vamos aos museus para observar - com maior ou menor profundidade - as obras de arte, mas nem sempre temos consciência que podemos ser observados. Alguém capaz de ver como combinamos com os quadros dos grandes artistas. Às vezes, a roupa, o penteado ou os pequenos detalhes como a postura fazem com que o visitante vire parte da obra ou se transforme em uma imagem artística.

O fotógrafo Stefan Draschan é autor da série People matching artworks (Pessoas que combinam com obras de arte), composta por imagens que mostram essas casualidades dentro dos museus. "Comecei essa série por acaso em 2015, como quase todos os meus projetos. Eu gosto de observar as casualidades e todo tipo de coisas", diz Draschan ao HuffPost. Ele conta que os dois primeiros matches foram feitos no museu Gliptoteca de Munique (Alemanha), e um mês depois fez o terceiro, em Viena (Áustria). "Então, me dei conta que seria um projeto contínuo", acrescenta.

STEFAN DRASCHAN

STEFAN DRASCHAN

STEFAN DRASCHAN

Do estampado floral dos vestidos aos penteados dos visitantes ou a postura que adotam ao observar, Draschan combina com harmonia as pessoas dentro dos museus com obras de artistas como Velázquez, Brueghel, Giotto e Caspar David Friedrich.

"Visito os museus das cidades todos os dias e fico de duas a três horas. Nos lugares que fico durante um período (agora em Paris) faço isso somente uma ou duas vezes na semana", conta Draschan. Em suas visitas aos museus, ele tem ideia das obras, dos caminhos e dos itinerários dos visitantes, para dessa forma saber se uma pessoa vai se deter ou não diante de um quadro.

STEFAN DRASCHAN

STEFAN DRASCHAN

"Para trabalhar, tudo o que uso é minha câmera, meus olhos e minha sigilosa capacidade de movimento. Posso prever - em uma certa porcentagem - se uma pessoa vai se deter diante de uma obra ou não. É algo do subconsciente. Tudo o que preciso é estar pronto para tirar a foto", conta o fotógrafo. Ele diz que faz seu trabalho de maneira "secreta" e "sem atrapalhar ninguém". "Caso contrário, o resultado seria poeticamente impossível".

STEFAN DRASCHAN

STEFAN DRASCHAN

"Me encanto com todos os museus e artistas, não saberia escolher um, mas o que mais gosto são as exibições especiais", relata Drascham. O artista diz que em breve visitará Madri com a câmera em mãos para fazer fotos do museu Museo del Prado. Será que ele vai encontrar o match da obra Las Meninas?

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost ES e traduzido do espanhol.

As 26 melhores cidades no mundo para ver arte de rua