NOTÍCIAS

Adolescente é suspeito de abrir fogo e matar 2 colegas em escola particular de Goiânia

Segundo colegas, o estudante sofria bullying e era chamado de "fedorento".

20/10/2017 14:39 -02 | Atualizado 20/10/2017 15:06 -02

Um estudante do 8º ano do ensino fundamental é suspeito de abrir fogo em uma escola particular de Goiânia. Informações preliminares divulgadas pela imprensa afirmam que dois adolescentes foram mortos e pelo menos quatro pessoas ficaram feridas.

O adolescente que teria efetuado os disparos no Colégio Goyases, de ensino infantil e fundamental, foi apreendido. De acordo com o jornal O Popular, o estudante, que é filho de militares, estaria sofrendo bullying e era chamado de "fedorento".

A suspeita, segundo testemunhas, é que ele tenha pego a arma do pai, uma pista .40. Um colega de classe afirmou ao O Popular que os disparos começaram dentro da sala de aula, na troca de disciplinas do 5º para o 6º horário. Ele teria disparado um tiro, parado e começado a atirar novamente, sem um alvo específico.

Os estudantes baleados foram socorridos. Três estão no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e um no Hospital de Acidentados.

Conselhos para cuidar de sua saúde mental