NOTÍCIAS

A indireta de Alckmin para Doria após a polêmica ração do prefeito

Página do governo de São Paulo no Facebook destacou o que é uma "refeição balanceada e de qualidade".

20/10/2017 11:47 -02 | Atualizado 20/10/2017 11:47 -02
Brazil Photo Press/CON via Getty Images
Geraldo Alckmin e João Doria são os dois presidenciáveis do PSDB.

A guerra fria entre os dois principais nomes do PSDB cotados à Presidência da República ganhou o calor das redes sociais nesta semana.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, não falou à imprensa sobre a polêmica em que o prefeito da capital paulista, João Doria, se envolveu desde o fim da semana passada. A decisão do prefeito de distribuir "ração humana" para a população carente da cidade gerou uma enxurrada de críticas. Nesta semana, ele mudou de ideia e decidiu incluir farinata na merenda das escolas municipais — medida também contestada por nutricionistas e especialistas em políticas públicas.

No entanto, a página do governo de São Paulo entrou na conversa, sem uma referência direta às propostas controversas. A postagem destaca a "refeição balanceada e de qualidade por apenas R$ 1" oferecida pelo programa Bom Prato, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social.

Alinhada ao posicionamento de nutricionistas, a página do governo Alckmin enaltece os alimentos naturais e nutritivos que fazem parte do cardápio do Bom Prato. É uma verdadeira alfinetada em Doria, criticado pela defesa dos alimentos ultraprocessados que compõem granulado e farinata.

Nesta semana, Alckmin já tinha usado seu perfil no Twitter para destacar os resultados do programa estadual de alimentação:

Nas redes, eleitores e detratores dos tucanos reagiram:

Quem são os presidenciáveis de 2018