NOTÍCIAS

Luciano Huck sugere que vai concorrer em 2018

Em artigo na Folha, o apresentador expõe os motivos que o levaram a se engajar ativamente na política.

18/10/2017 11:08 -02 | Atualizado 18/10/2017 11:38 -02
Mauricio Santana via Getty Images
O apresentador se encontrou com lideranças do DEM para discutir uma possível filiação ao partido visando 2018.

O apresentador Luciano Huck usou 20 parágrafos da coluna Tendências e Debates, da Folha de S.Paulo desta quarta-feira (18), para deixar claro que será uma força protagonista em 2018. Ele não verbalizou explicitamente o desejo de uma candidatura específica, mas em diversos momentos do texto usou expressões que revelam sua pretensão. "Quero e vou participar deste processo de renovação política no Brasil."

Ele pondera, no entanto, que a contribuição mais efetiva que pode se dar é "fora do dia a dia da política".

Huck faz uma reflexão sobre a atual crise que o País vivencia. "Acredito que esta fratura exposta que comprometeu, expôs e derreteu a estrutura política nacional arrastou a todos nós para uma crise econômica e caos social sem precedentes."

E atribui à crise de representatividade legislativa a necessidade de mudança da qual faz questão de ser parte. Para o apresentador, a única saída é "ocupar o Legislativo brasileiro".

Ele defende, também, dois movimentos de "renovação política" que integra: o Agora e o Renova Brasil. O primeiro é uma espécie de empresa que visa a formar lideranças políticas e lançar candidaturas. O segundo é um fundo mantido por alguns empresários para financiar campanhas "éticas e comprometidas com o bem comum", segundo o apresentador.

Este artigo na Folha é mais um passo para consolidar seu nome como pré-candidato a um possível mandato em 2018. Em setembro, Huck se reuniu com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e o prefeito de Salvador, ACM Neto, ambos do DEM, para discutir uma possível filiação do apresentador ao partido, visando às eleições para a Presidência no próximo ano.

Lideranças do PPS também já conversaram com Luciano Huck, mas as conversas não teriam evoluído.

Leia a íntegra do artigo aqui.

Quem são os presidenciáveis de 2018