MULHERES

Bonita sem poréns: Como esta blogueira reconheceu a própria beleza para além da aparência

A youtuber Tay Oliveira conta a sua trajetória de autodescoberta.

16/10/2017 16:27 -02 | Atualizado 17/10/2017 13:06 -02
Divulgação / Tay Oliveira
A youtuber Tay Oliveira compartilha a sua história de aceitação

"Para mim, beleza é um estado de espírito". Diferente de usar uma roupa bonita ou de fazer uma maquiagem matadora, a blogueira Tay Oliveira define o que é belo a partir da sua essência, e não da sua aparência: "Para mim, beleza é muita coisa. É um estado de espírito, é uma elevação da alma, é ter segurança, confiança e acreditar em si mesma. É se sentir bonita sem amarras, bonita sem poréns, bonita despida e ao natural".

A também youtuber, que é uma das influenciadoras da ação E Aí Tá Pronta, de Avon, já entendeu que não se sentiria linda focando apenas no reflexo que vê no espelho, mas que precisaria encontrar um lugar dentro de si mesma em que se reconheceria como sempre contente e satisfeita, em que teria uma definição própria do que é beleza para viver.

"Demorei muito tempo para encontrar a minha beleza e eu precisei provar para mim mesma, várias vezes, o que me tornava bela. Para uma mulher negra, ver beleza em si mesma, em todos os detalhes, é um esforço e desafio diário", explica ela.

Além de levantar a discussão sobre esse assunto na internet e falar de moda, racismo, apropriação cultural e discurso de ódio nas redes sociais, ela trabalha como stylist do grupo de funk Dream Team do Passinho, como produtora, modelo e ainda comanda o coletivo Gambiarra com outras duas mulheres. Ou seja, Tay é uma mulher que não duvida de onde deveria estar e hoje se posiciona para ocupar todos os lugares e se fazer ouvir.

Essa conquista veio porque ela reconheceu também a importância de outras que vieram antes dela e abriram as portas para mulheres negras. Aliás, as próprias referências de beleza de Tay são prova disso: "hoje, eu tenho todas as mulheres negras como uma grande referência. Vejo a beleza em seus traços, seus cabelos, sua pele. Mas se for para nomear ícones famosas: Rihanna, Beyoncé e Solange [Knowles] foram muito importantes na construção da minha imagem. E foi com a Nick Minaj e Kim Kadarshian que passei a gostar mais do meu corpo", explicou ela.

Mas não foi só buscar inspiração e força nessas pessoas. A blogueira sabe que a relação com a beleza não tem começo nem fim, ela é constante e parte de um entendimento de si mesma – é a prática de autoconhecimento e amor-próprio que ganha cada vez mais poder, a cada exercício. Esse hábito se torna especialmente importante quando Tay sente que foi 'contaminada', de alguma forma, pelos padrões de beleza que vemos nas revistas e campanhas publicitárias.

"Óbvio que me corrompo com os padrões da sociedade, assim como toda mulher, e sempre percebo que estou exigindo a mais da minha beleza do que realmente preciso, quando me vejo 'contaminada' pensando em mudar algo no meu corpo por não gostar e não estar dentro de algum padrão. O reforço do amor-próprio é sempre necessário."

A internet tem um papel essencial aí, porque, segundo ela, tornou mais fácil esse intercâmbio de informações sobre o que é beleza e abriu espaço para pessoas que antes não se sentiam vistas encontrarem um lugar de representatividade. Mais do que isso, ela percebeu também como se cercar de pessoas positivas e que passaram pelo mesmo processo que ela se tornou um incentivo para que continuasse esse movimento, dentro e fora das redes sociais:

"Graças a Deus tenho amigos maravilhosos que trilharam um lindo caminho junto comigo e todos eles encontram suas belezas fora dos padrões e de corpos comuns, assim como eu. Então, com eles, foi tudo muito fácil. Na família tive mais resistência da minha mãe, que amava meus cabelos alisados e torceu um pouco o nariz para a minha transição, mas hoje em dia ela gosta!", finaliza.

Você se identifica com a jornada de beleza da Taya? Que tal nos contar a sua história e relação com a beleza? É só enviar seu depoimento para o e-mail editor@huffpostbrasil.com!

Divulgação / Avon