MULHERES

Novo projeto pede que pais conversem com suas filhas sobre feminismo

“Dear Daughters” (Queridas filhas, em tradução livre) é um projeto de fotos e vídeos com meninas de 8 a 11 anos.

12/10/2017 07:50 -03 | Atualizado 12/10/2017 07:50 -03

Sham Hinchey e Marzia Messina não são apenas fotógrafos e colaboradores: são também parceiros e pais de uma menina de 10 anos, Penelope.

Foi isso que inspirou seu mais recente projeto fotográfico, "Dear Daughters" (Queridas filhas, em tradução livre), nos quais 22 homens e suas filhas, todas com idades entre 8 e 11 anos, foram fotografados e conversaram sobre feminismo.

Messina diz que foi Penelope que pressionou os pais a trabalhar com meninas dessa idade. "Por meio dela, vimos como as crianças dessa idade começam a fazer perguntas sobre questões sociais. É interessante vê-las processar as notícias, tentando racionalizar e decifrar eventos que na cabeça delas são absurdos ou simplesmente injustos", disse ela ao The Huffington Post.

SHAM HINCHEY AND MARZIA MESSINA
Vinte e dois homens e suas filhas participaram do projeto

Hinchey e Messina usaram um jogo de tabuleiro que eles inventaram para guiar as entrevistas e facilitar a conversa sobre gênero e feminismo. O jogo inclui cartas que eles desenharam com a filha, com perguntas como: "Diga o nome de uma mulher que você admira" e "Que lições você aprendeu colocando uma filha no mundo?"

Messina afirmou que, em alguns casos, ficou evidente que os participantes estavam confrontando e discutindo as questões pela primeira vez.

As fotos evocam retratos familiares antigos, mas mostrando a confiança das meninas e a familiaridade das relações pai-filha dos dias de hoje.

Sham Hinchey and Marzia Messina
Todas as meninas tinham entre 8 e 11 anos.

Hinchey e Messina esperam levar o projeto a outras partes dos Estados Unidos e, depois, criar um livro com as fotos e as conversas.

"Pedir que homens tirem um tempo para conversar com suas filhas pode ajudar a abrir os olhos deles para questões muito importantes para ambos", disse Hinchey ao The Huffington Post. "Chauvinismo e feminismo não são conceitos abstratos, são questões que estão aí e certamente farão parte da vida da filha no futuro. Se questionarmos, ouvirmos e nos educarmos, o foco vai estar nos problemas e nas responsabilidades. Vai ficar mais fácil conscientizar nossos filhos por meio de diálogo e prática."

Veja abaixo mais fotos do projeto "Dear Daughters".

  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina
  • Sham Hinchey e Marzia Messina

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

30 fotos que mostram a ‘fraude’ dos pais perfeitos