COMPORTAMENTO

O quanto você precisa se exercitar por semana para viver mais?

E como conseguir o objetivo.

08/10/2017 11:37 -03
Getty Images/iStockphoto
"Movimento é movimento", disse Carter, proprietário da Fit Body Boot Camp, em entrevista ao HuffPost.

Já é oficial: se você quiser viver mais, precisa se mexer.

Um recente estudo publicado na revista científica "The Lancet" revelou que a quantidade mínima de exercícios que você precisa para aumentar sua longevidade é de aproximadamente 150 minutos por semana. A pesquisa também mostrou que atividades diárias ― como limpar seu quarto e ir de bicicleta ao trabalho ― são tão benéficas quanto treinos organizados quando se trata de atingir esse objetivo.

Um grupo de pesquisadores entrevistou pessoas entre 35 e 70 anos sobre suas atividades físicas para chegar aos resultados. Entre 2003 e 2010, mais de 140.000 participantes de 17 países completaram uma única vez um questionário sobre quantos minutos haviam estado ativos na semana anterior. Os pesquisadores então verificaram o estado de saúde dos participantes durante um período de seis a nove anos depois de realizada a pesquisa.

Os resultados mostraram que as pessoas que se exercitavam regularmente pelo menos 150 minutos por semana tinham um risco 28% menor de morte no geral, e um risco 20% mais baixo de sofrer uma doença cardíaca. As pessoas que se exercitavam significativamente mais do que isso (pelo menos 750 minutos por semana) diminuíam o risco de morte em outros 20%. Os resultados estão em linha com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde, que recomenda pelo menos 150 minutos de atividade de intensidade moderada por semana para melhorar o condicionamento físico e diminuir o risco de mortalidade.

Os autores observaram que, embora a maioria dos estudos analise países de alta renda, onde o exercício é recreativo (como uma aula de spinning), este estudo também incluiu países de baixa e média renda, onde o exercício, muita vezes, faz parte da vida diária (como pedalar para ir ao trabalho). Os resultados mostraram que não importa o tipo de exercício. Caminhar, atividades domésticas e ter um trabalho ativo podem proporcionar uma vida mais longa conquanto você atinja esses 150 minutos.

"A principal conclusão é que qualquer tipo de atividade é boa", disse ao HuffPost Scott Lear, autor do estudo e que coordena pesquisas cardiovasculares no St. Paul's Hospital, em Vancouver, Canadá. "Não importa como rotulemos isso, nosso corpo vê da mesma maneira... Fazer uma caminhada pode ser tão bom quanto passar uma hora cuidando do jardim ou cortando grama."

O professor de academia de ginástica Josh Carter também quer dissipar a noção de que o exercício precisa ser puxado ou caro para ser eficaz.

"Movimento é movimento", disse Carter, proprietário da Fit Body Boot Camp, em entrevista ao HuffPost. "[O exercício] não precisa ser necessariamente puxado ou reorganizar sua vida. Digo às pessoas para apenas levantarem 30 minutos mais cedo e fazerem uma caminhada se quiserem começar. Use as escadas ou estacione mais longe. São dois minutos aqui, cinco minutos ali, mas tudo conta."

Está à procura de dicas de como encaixar alguns exercícios no dia a dia para atingir esses 150 minutos por semana? Aqui estão algumas opções baratas que você pode tentar:

Faça uma caminhada em vez de uma pausa para o café.

Em vez de ir ao Starbucks, "a maioria dos meus funcionários usa seus intervalos de 15 minutos para dar uma volta pelo estacionamento", disse Carter. "Eles caminham, dão risada, qualquer coisa. Apenas faça seu sangue bombear."

Reduza pela metade o tempo para ver Netflix.

Pense no que poderia acontecer se você, digamos, fizesse uma caminhada rápida em vez de assistir ao segundo episódio de "Game of Thrones" esta noite.

"Se as pessoas começarem a dar à saúde a mesma atenção que dão à uma maratona na Netflix ― literalmente, a metade ―, vai valer a pena", disse Carter.

Caminhe, pedale ou corra ao seu próximo compromisso.

O estudo lista "transporte ativo" como uma das principais maneiras pelas quais seus saudáveis participantes se exercitaram, sem querer, e assim contribuíram para o objetivo de uma vida mais longa. Caminhar até a estação de metrô e subir escadas estão valendo. Então, vá caminhando ao trabalho ou pedale ao supermercado.

Encontre uma companhia para o treino.

Many of us would be more inclined to practice yoga or go for a run if it were framed as a social hangout. So grab a partner, and lengthen your lives together. Your bodies and minds will thank you.

Muitos de nós estaríamos mais dispostos a praticar ioga ou sair para correr se isso fosse visto como um evento social. Por isso, encontre uma companhia e aumentem a longevidade juntos. Corpos e mentes agradecem.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

A trilha sonora definitiva para fazer exercícios físicos