MUNDO

Quem é Stephen Paddock, atirador que matou mais de 50 e deixou centenas de feridos em festival de Las Vegas

De acordo com a imprensa americana, Paddock não tinha passagem na polícia, nem ligação com terrorismo.

02/10/2017 12:34 -03 | Atualizado 02/10/2017 13:11 -03

Stephen Paddock, de 64 anos, é apontado como o único responsável pelo mais grave ataque a tiros da história dos Estados Unidos.

O americano tirou a própria vida no 32º andar do Mandalay Bay Hotel and Casino, de onde ele efetuou centenas de disparos contra o público do Route 91 Harvest Festival, evento de música country em Las Vegas, com dezenas de rifles. Ele matou ao menos 58 pessoas e deixou cerca de 500 feridos no último domingo (madrugada de segunda-feira no Brasil).

De acordo com o Telegraph, Paddock era americano nato e morava cerca de 90 minutos do local, em uma casa no meio do deserto, em Mesquite, Nevada. Ele teria nascido em 9 de abril de 1953.

Logo após o ataque, as autoridades trabalhavam com a hipótese de que eram vários atiradores. Porém, agora acreditam que apenas Paddock tenha efetuado todos os disparos do local. O xerife Joseph Lombardo, do Departamento de Polícia Metropolitana de Las Vegas, descreveu Paddock como um "lobo solitário".

A polícia agora procura pessoas ligadas ao atirador. Foi localizada Mariloy Danley, que morava com Paddock. Porém, ela não sabia nada sobre o crime.

O ataque, segundo Joseph Lombardo, também não tem ligação com terrorismo. "Não, não neste ponto. Nós acreditamos que foi um indivíduo local", disse, acrescentando ainda que a polícia não tem conhecimento de suas crenças religiosas. "Agora, acreditamos que se tratava de alguém que agiu de forma isolada", disse o xerife. Autoridades descreveram o suspeito como um "homem perturbado".

Paddock não tem passagem pela polícia de Nevada. À rede CBS News, a polícia de Mesquite disse que a única informação que eles têm sobre o atirador é que ele vivia em um retiro comunitário, era um homem branco e que não era um militar veterano.

Massacre em Las Vegas

Paddock é autor do maior ataque a tiro nos Estados Unidos. Segundo o HuffPost US, ele se hospedou no Mandala Bay e disparou, do 32º andar, centenas de tiros contra o público do festival de música country, Route 91 Harvest Festival.

Google Maps

Os disparos aconteceram durante a performance de Janson Aldean, cantor country, em uma arena aberta nos resorts de Las Vegas. Era o ato final de um fim de semana inteiro do evento, que reunia cerca de 22 mil pessoas, de acordo com a CNN.

Um espectador gravava o show quando o tiroteio começou:

O Estado Islâmico reivindicou o massacre, alegando que Paddock teria recentemente se convertido ao Islã, mas a polícia descarta essa hipótese, neste momento. Ele se matou quando policiais estavam prestes a prendê-lo. No quarto onde realizou o atentado, foram encontrados cerca de 10 rifles.

Tiroteio em Las Vegas