MUNDO

É totalmente permitido por lei andar por Las Vegas armado com uma metralhadora

A legislação frouxa sobre armas de fogo vigente no Nevada é mais ou menos a regra nos Estados Unidos.

02/10/2017 18:38 -03 | Atualizado 02/10/2017 18:38 -03

O massacre apavorante que ocorreu neste domingo (1), em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos, volta a chamar a atenção para um país nadando em armas de fogo e com relativamente poucas limitações à sua aquisição ou posse.

Em Nevada, assim como na maioria dos Estados americanos, é permitido por lei carregar armas de cano longo, como fuzis e espingardas. Não é necessária nenhuma autorização para portar esse tipo de arma. Ou seja, as pessoas podem caminhar pelo Las Vegas Strip, a parte do Las Vegas Boulevard onde está a maioria dos hotéis e cassinos da cidade, com um fuzil de estilo militar pendurado no ombro. Mas cassinos e outras empresas privadas podem proibir a entrada dessas pessoas em seus recintos.

Também é permitido por lei em Nevada possuir uma arma de fogo totalmente automática, como uma metralhadora, por mais que os regulamentos federais exijam que os donos de tais armas paguem uma taxa de US$200 (o equivalente a cerca de R$ 624.85 reais) e se submetam um processo extenso de verificação federal de seus antecedentes e suas impressões digitais, algo que pode levar até um ano para ser concluído. Esse tipo de arma é regulado pela Lei Nacional das Armas de Fogo. Alguns Estados americanos têm leis que restringem especificamente as metralhadoras, mas a maioria não tem.

Devido à raridade dessas armas, entretanto, as armas de fogo totalmente automáticas podem ser caríssimas – geralmente custam entre US$20 mil e US$ 30 mil (o equivalente a cerca de R$ 62 mil reais), disse Benjamin Bunker, advogado de Las Vegas especializado em questões ligadas a armas de fogo em entrevista ao HuffPost US.

"Se ele quisesse comprar uma metralhadora totalmente automática, procuraria um revendedor online que a vendesse, eles fechariam um acordo de compra, ele pagaria pela arma, o sujeito então transferiria a metralhadora a uma revendedora e a revendedora ficaria com ela até o ATF (Birô de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos) lhe dar o sinal verde", disse Bunker.

Existem armas de fogo de sobra no mercado ilegal. Mas as metralhadoras plenamente automáticas ilegais são uma das principais prioridades da ATF e são mais difíceis de encontrar, segundo Bunker.

Isto dito, o Nevada não restringe especificamente o porte de metralhadoras. "O Nevada não traça distinção entre arma de fogo semiautomática e completamente automática", falou Bunker.

As autoridades ainda não identificaram publicamente as armas usadas pelo atirador no domingo, mas confirmaram que ele usou armas totalmente automáticas para disparar saraivadas de disparos contra uma multidão que assistia a um show, matando pelo menos 58 pessoas e deixando 515 feridas. Ele estava no 32º piso do cassino Mandalay Bay. A polícia de Los Angeles disse que havia pelo menos dez armas de fogo no quarto do atirador, incluindo "fuzis de cano longo".

Os fuzis de estilo militar normalmente são semiautomáticos e não são capazes de disparar automaticamente, mas podem ser modificados ilegalmente para fazê-lo. O Nevada não restringe esse tipo de arma semiautomática, tampouco os pentes de balas que comportam grande número de projéteis. A maioria dos Estados americanos não os restringe.

No Nevada, qualquer pessoa que esteja qualificada pela legislação estadual e federal a possuir uma arma de fogo recebe autorização para tal. O Legislativo estadual revogou em 2015 as exigências de registro de armas de fogo de pequeno porte. Os defensores do direito à posse de armas consideraram a iniciativa positiva, para ajudar os donos de armas de fogo a evitar a obrigação de preencher formulários adicionais.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.