MULHERES

As pessoas estão amando a nova palavra que explica o fenômeno do ‘mansplaining’

“Minhas amigas inventaram uma palavra: hepeated.”

02/10/2017 17:22 -03 | Atualizado 04/10/2017 00:19 -03

Muitas mulheres sabem o que é ter sua voz ignorada até que um homem repita o que elas disseram, mas agora há um termo para isso.

A usuária do Twitter Nicole Gugliucci postou o termo na sexta-feira, e as mulheres aderiram imediatamente.

"Meus amigos inventaram uma palavra: hepeated" (um trocadilho em inglês com "he" e "repeated", "ele" e "repetiu", respectivamente), escreveu Gugliucci. "Para quando uma mulher dá uma ideia e ela é ignorada, mas quando um cara diz a mesma coisa e todo mundo adora."

Gugliucci, que é astrônoma, disse ao The Huffington Post que o termo surgiu num chat coletivo com amigas que trabalham em vários campos diferentes.

"Passamos por isso várias vezes, especialmente no trabalho, quando temos uma ideia que não é levada a sério até ser dita por um homem", disse Gugliucci ao The Huffington Post.

Quando decidiu tuitar, Gugliucci não tinha ideia de que a palavra viralizaria. O tuíte foi compartilhado mais de 67 000 vezes, e recebeu mais de 200 000 likes. Algumas pessoas usaram termos semelhantes para se referir ao fenômeno, mas parece que "hepeated" está pegando fogo.

(Minhas amigas inventaram uma palavra: hepeated. Para quando uma mulher dá uma ideia e ela é ignorada, mas quando um cara diz a mesma coisa e todo mundo adora.)

Muitas mulheres entendem o que é "hepeated", especialmente no trabalho. "Hepeat" é uma palavra do mesmo tipo de "mansplain", discutida em 2008 por Rebecca Solnit. O "mansplaining" acontece quando homens interrompem mulheres para explicar conceitos que elas entendem perfeitamente.

"Você nunca sabe o que vai viralizar", disse Gugliucci ao The Huffington Post. "Acho interessante que mulheres e pessoas de cor estejam reconhecendo essas coisas, e é incrível que elas tenham uma ferramenta como o Twitter para compartilhar suas histórias."

A astrônoma disse ter sorte por ter colegas de trabalho homens que respeitam e reconhecem esse tipo de comportamento. Mas ela e as amigas estão contentes em ver a repercussão.

As respostas têm sido majoritariamente positivas, e os homens também estão fazendo piadas.

(Também funciona assim para 'pessoas de cor' em reuniões. Ou você precisa de um homem branco para apoiar SUA IDEIA...)

(Tipo quando Collins e Murkowski são contra a nova lei da saúde, e McCain leva todo o crédito.)

(Essa palavra hepeated serve para quando um cara usa outras palavras para te dizer exatamente o que você falou, para que você concorde com ele, em vez de ele concordar com você?)

(Legal, mas tenho uma ideia de palavra: hepeated. Quando uma mulher tem uma ideia que é ignorada, mas um cara diz a mesma coisa e todo mundo adora.)

(Quando você discorda "Ameaçador"

Essa estratégia não vai resolver nosso problema.

Sim, vai.

Não-ameaçador

Essa estratégia não vai resolver nosso problema.

Oh, ok.)

(Ou ele te repete usando outras palavras e não lembra que você defendeu a mesma ideia.)

(Espero que os engraçadinhos não repitam isso pra você o dia inteiro.)

(Também funciona no contexto de você dizer algo para um homem, e depois ele repetir exatamente o que você disse num tom paternalista e cheio de autoridade.)

(TAMBÉM FUNCIONA NO CONTEXTO DE VOCÊ DIZER ALGO PARA UM HOMEM, E DEPOIS ELE REPETIR EXATAMENTE O QUE VOCÊ DISSE NUM TOM PATERNALISTA E CHEIO DE AUTORIDADE.)

(Você deveria mandar para o Webster para eles considerarem como uma nova palavra no dicionário.)

(Sou trans e levou menos de um mês para isso acontecer comigo depois de eu sair do armário.)

(Isso não se chama simplesmente terça-feira?)

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

Machismo no Mackenzie (SP): Alunas protestam