NOTÍCIAS

Justiça processa SBT por 'danos morais coletivos' em caso de assédio à Maisa

O Ministério Público do Trabalho (MPT-SP) exige que a emissora pague R$ 10 milhões de indenização.

26/09/2017 12:38 -03 | Atualizado 26/09/2017 12:39 -03
Divulgação
SBT é processado por "danos morais coletivos" em caso de machismo envolvendo Maisa e Silvio Santos.

A Justiça de São Paulo processou o SBT por "danos morais coletivos" após caso protagonizado por Silvio Santos, Maisa Silva e Dudu Camargo. O Ministério Público do Trabalho (MPT-SP) exige que a emissora pague R$ 10 milhões de indenização.

O processo do MPT-SP alega que nos programas da emissora é recorrente a "violações aos direitos à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem".

De acordo com a Folha, a ação do órgão também cita um episódio do Programa do Ratinho em que o apresentador chuta uma caixa de papelão "em que se encontrava a assistente de palco Milene Uehara".

Em nota ao jornal, a emissora afirmou que não tem conhecimento da ação, não foi notificado e "não irá se pronunciar".

Entenda o caso

Em junho, Maisa se viu no centro de comentários nas redes sociais após participar do Programa do Silvio Santos, na SBT. O apresentador insistiu que Maisa deveria namorar o outro pupilo da emissora, Dudu Camargo, 18 anos, considerado por Silvio um "rapaz inteligente e falante."

Questionada por Silvio Santos o motivo do desinteresse por Dudu Carmago, Maisa Silva respondeu: "Ele não faz meu tipo, eu não posso fazer nada (...) Ele é muito engessado, não parece que é de verdade. Ele fala esquisito. Ninguém é assim o tempo todo, as pessoas gostam de gente de verdade."

Silvio Santos então questionou: "Mas o que é engessado?"

Ela respondeu: "Ele é todo engomadinho, ele faz essa voz. Eu duvido que ele fala assim acordando. Eu não gosto tanto de formalidade".

O apresentador continuou insistindo sobre o assunto e ela declarou:

"A última coisa que eu queria fazer na vida é me exibir para o Dudu Camargo. Não tenho nada contra ele e também nada a favor."

Apesar de Maisa ter deixado bem claro que não estava disposta a "tudo pelo entretenimento", Camargo continuou insistindo na história.

Em entrevista a Sonia Abrão, ao relembrar a crítica de Maisa de que ele tinha uma voz "engessada", Dudu afirmou:

"A Maisa tinha dito no quadro: 'Eu duvido que ele acorda falando assim'. Aí eu convidei ela para dormir uma noite comigo".

A apresentadora tentou interromper o jovem e falou em tom jocoso: "Você é maluco, garoto!".

Dudu explicou, então, que esta foi a resposta dele para a atriz de apenas 15 anos, na gravação do programa Silvio Santos, mas que a cena não foi ao ar após passar por edição.

Após a repercussão do caso, Maisa resolveu escrever um desabafo compartilhado no seu Instagram.

Tô começando esse texto dizendo que eu não estou fazendo isso pq estou me sentindo pressionada, ou como se eu devesse explicações, e etc. Estou fazendo pelas pessoas que têm carinho comigo e se preocupam com meu bem estar. Minha apresentação no Programa Silvio Santos, do último domingo (18), está sendo motivo de questionamento e ataques nas redes sociais. Isso é comum, pois vivemos em uma sociedade onde a mulher muitas vezes não tem voz e precisa lutar com situações constrangedoras e brincadeirinhas todos os dias. Quando uma menina de 15 anos não aceita qualquer brincadeira ou comentário, e se posiciona, causa espanto. E muita gente se sente no lugar de tentar repreender tal atitude como se me conhecessem, ou se fossem meus pais. Infelizmente as pessoas não conhecem os bastidores. Muito menos minha relação com o Silvio, e com outros colegas de trabalho. Com certeza, uma parcela dos telespectadores, gostariam que eu aceitasse tudo o que aconteceu no programa, como dançar com um rapaz mais velho (mesmo eu NÃO querendo), ou beijá-lo. Estou aqui para trazer reflexão: até quando as mulheres vão viver precisando aceitar tudo? Não, é não! Recebi muitas mensagens de apoio, pelo posicionamento e por não aceitar tudo em nome do entretenimento. Eu sou uma adolescente de 15 anos como qualquer outra, me posiciono com as causas necessárias, falo o que penso, sempre mantenho minha educação, tenho o direito de liberdade de expressão, de gostar ou não gostar, e nunca precisei ficar criticando as pessoas nas redes sociais para me sentir melhor. Agradeço o apoio e compreensão do nosso público, espero que vcs tenham uma ótima noite, muita paz, respeito e menos ódio né??? Eu faço o que amo, pras pessoas que eu amo! Não vou mudar o meu jeito para agradar a ninguém... espero que vocês sempre sejam quem vocês são ❤ Um beijo! Maisa

A post shared by +A (@maisa) on

A jovem de apenas 15 anos demonstrou que está preparada para combater o machismo do jeito que acha certo.

"[...] Vivemos em uma sociedade onde a mulher muitas vezes não tem voz e precisa lutar com situações constrangedoras e brincadeirinhas todos os dias. Quando uma menina de 15 anos não aceita qualquer brincadeira ou comentário, e se posiciona, causa espanto."