POLÍTICA

MPF denuncia Lula por corrupção passiva na Operação Zelotes

Segundo denúncia, ex-presidente editou medida provisória ilegal.

11/09/2017 17:11 -03 | Atualizado 11/09/2017 17:11 -03
Paulo Whitaker / Reuters
O ex-presidente teria editado uma Medida Provisória (MP) para favorecer empresas do setor automotivo em troca de propina.

O Ministério Público Federal de Brasília (MPF-DF) denunciou nesta segunda-feira (11) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva em ação no âmbito da Operação Zelotes.

De acordo com a denúncia, o ex-presidente editou uma Medida Provisória (MP) para favorecer empresas do setor automotivo em troca de propina. O MPF ainda incluiu o ex-chefe de Gabinete do governo do petista, Gilberto Carvalho.

Os procuradores acusam que eles receberiam R$ 6 milhões pela edição da MP e pedem a devolução de R$ 12 milhões aos cofres públicos. Outras cinco pessoas foram acusadas por corrupção ativa na mesma ação - entre empresários, membros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) e lobistas.

Leia mais notícias em ANSA

Entenda a Operação Lava Jato