NOTÍCIAS

Mineração na Amazônia: Tudo o que você precisa saber sobre a Renca

A reserva mineral, criada em 1984, engloba áreas protegidas, parques, florestas estaduais, além de territórios indígenas.

30/08/2017 09:38 -03 | Atualizado 30/08/2017 09:41 -03
Bloomberg via Getty Images
Com a repercussão negativa, o presidente criou um novo decreto na última segunda-feira (28), que anula o anterior, mas volta a extinguir a reserva de mineração.

O governo de Michel Temer abriu para a exploração da iniciativa privada a região em que se localiza a antiga Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), que fica na divisa entre o Amapá e o Pará.

A reserva mineral, criada em 1984, também engloba unidades de conservação ambiental, além de territórios indígenas. Segundo o governo, elas continuarão "intocadas" pela mineração.

O objetivo da medida do governo é atrair investimentos na atividade mineradora do País. Mas a possível vinda de mineradoras para a região preocupa ONGs e ambientalistas, uma vez que pode aumentar a pressão para estender a exploração mineral às áreas protegidas.

O decreto, que logo depois foi revogado, gerou uma série de dúvidas. Veja abaixo as principais respostas sobre o debate e o que é a Renca:

HuffPost Brasil

LEIA MAIS:

- Risco não acaba com novo decreto sobre a Renca, diz coordenador de Políticas Públicas do WWF-Brasil

Furacão Harvey: Devastação e enchentes no Texas, EUA