MUNDO

Colômbia estuda criar campos de refugiados para venezuelanos

A ideia seria recriar o que a Turquia faz com os imigrantes que fogem da Síria.

30/08/2017 11:16 -03 | Atualizado 30/08/2017 11:16 -03
Guadalupe Pardo / Reuters

A Colômbia está estudando a possibilidade de criar campos de refugiados para os venezuelanos que atravessam suas fronteiras fugindo da crise política e econômica do seu país, informou o conselheiro de Segurança da Presidência, Juan Carlos Restrepo.

Segundo uma entrevista para o jornal "El Colombiano", o plano seria ativado no caso do "pior cenário", em que a crise no país vizinho aumentasse de maneira que causasse um "tsunami de pessoas".

A ideia seria recriar o que a Turquia faz com os imigrantes que fogem da Síria. Por conta disso, Restrepo, o diretor da Unidade de Gestão de Risco, Carlos Iván Márquez, e o diretor da Integração Fronteiriça da Chancelaria, Víctor Bautista, visitaram os campos turcos no mês de maio deste ano.

Essa não é a primeira vez que se planejam ações neste sentido.

Em julho, o defensor público Carlos Negret chegou a pedir apoio econômico para a comunidade internacional para ajudar na gestão da chegada dos venezuelanos.

Em um comunicado recente da Migração da Colômbia, surgiu a informação de que 50 mil pessoas cruzam a fronteira entre os dois países diariamente, seja para comprar produtos em território colombiano ou para buscar moradia.

LEIA MAIS:

- A Venezuela será uma nova Cuba?

Venezuelanos na Colômbia